Um estudante de 23 anos que traficava drogas em Campo Grande, foi descoberto pelo Setor de Segurança Corporativa dos Correios em parceria com a policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), após uma encomenda suspeita vinda de Santa Catarina e endereçada em seu nome.

Os investigadores da Denar autorizaram que a encomenda fosse entregue ao jovem no bairro Tiradentes. E assim fizeram a abordagem em flagrante e ele acabou confessando que traficava drogas e recebia os entorpecentes de cinco Estados diferentes.

O jovem autorizou a abertura da encomenda pelos policiais e em uma das caixas foram encontrados 302 comprimidos de ecstasy, na outra haviam 521 micro pontos de LSD.

Já dentro da casa do jovem, foram achados em cima do armário da cozinha, porções de maconha pronta para venda, uma balança de precisão e quase R$ 900,00 em espécie. No quintal ainda foram encontrados dois vasos com pés de maconha.

O jovem confessou que atua no tráfico de drogas há três anos e que só comercializa drogas sintéticas e que recebe os entorpecentes de cinco estados diferentes (São Paulo, Recife, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) mas que não conhece os fornecedores.

A compra, segundo o jovem sempre foi feita por telefone. Ele cedeu seu aparelho celular aos policiais.

Algumas encomendas estavam no nome de sua esposa que está grávida de 9 meses, mas o jovem garantiu que ela não faz parte do tráfico de drogas e que ele apenas usava o nome dela para receber as drogas.

Comentários