Proprietários de veículos com placas final zero tem até o próximo dia 31 de outubro para realizar o pagamento do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) anual. O documento, que é válido em todo o território nacional, concede o direito de tráfego ao veículo.

Recentemente o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) possibilitou através de uma atualização, que a emissão das guias possam ser realizadas por meio do aplicativo Detran Mobile. O documento do veículo também pode ser baixado pelo aplicativo e impresso em casa, alternativa implementada em julho.

Os contribuintes que estão com os seus endereços atualizados e optarem por pagar as guias que recebem em casa, terão o documento enviado pelos correios.

Aqueles que retirarem a guia de pagamento pela internet, podem escolher por imprimir o novo modelo de licenciamento em casa, receber em seu endereço ou ainda, retirar em uma das agências do órgão.

MS registra este ano recorde em licenciamento

O número de licenciamentos pagos este ano já representa um recorde histórico no Estado. Se em todo o ano de 2019, o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) recebeu 830 mil licenciamentos, de janeiro até a primeira quinzena de outubro deste ano, esse número já passou de 834 mil licenciamentos quitados antes mesmo de acabar o ano.

Para o diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, os condutores optarem por andar com o veículo regular mesmo em meio a pandemia é reflexo da flexibilização e modernização dos serviços do órgão. “Não estamos medindo esforços para transformar o órgão em um Detran Digital, sem burocracia. Com a tecnologia a autarquia tem se tornado mais ágil e ao mesmo tempo, melhorado exponencialmente a qualidade dos serviços que o cliente recebe”, finaliza.

O órgão diagnosticou esse aumento gradativo em setembro, após os números de licenciamentos adimplentes em julho obterem um aumento de 40% se comparado aos anos anteriores. Os pagamentos que estavam estagnados entre 104 e 118 mil licenciamentos adimplentes passou para 145.556.

Comentários