Além da diversão a brincadeira auxilia no desenvolvimento dos membros superiores

A videoaula infantil do MS Saudável #EmCasa desta terça-feira (21), preparada pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), mostrará o passo a passo para a construção de um brinquedo caseiro tradicional e fácil de fazer: o bilboquê. A live, voltada a crianças de três a oito anos, terá início às 15 horas, com transmissão ao vivo pela página oficial da Fundação no Facebook.

Mesmo com dúvidas quanto à origem, alguns historiadores acreditam que o bilboquê foi criado na França há mais quatro séculos e depois se espalhou para diversos países, como México, Estados Unidos e Japão. O utensílio (do francês bilboquet) começou a ser citado em textos da literatura do país europeu em meados de 1534.

O brinquedo consiste em duas peças: uma bola com um furo e um pequeno bastão, fixados um ao outro por um cordão. Ao longo dos anos, sofreu adaptações. O objetivo é fazer com que o jogador lance a bola para cima e tente encaixá-la na parte mais fina do bastão ou dentro de um recipiente.

Na aula desta terça-feira o brinquedo será feito com garrafa pet descartável e barbante, além do auxílio de uma tesoura. “A criança deve tentar colocar a bolinha dentro de um funil, feito da garrafa, sem usar as mãos. É bem simples e divertido, vamos ensinar cada detalhe”, conta o professor de Educação Física da Fundesporte, Marcelo Simões, que ministrará a aula.

De acordo com o profissional, a brincadeira auxilia no desenvolvimento dos membros superiores, com foco na melhora da coordenação motora, além da percepção visual, em que movimento das mãos guia a tampa da garrafa ao suporte (funil de garrafa).

“Brincar é fundamental para as crianças, que assim desenvolvem a criatividade de modo lúdico e recreativo, principalmente quando elas mesmas criam seus próprios brinquedos e dão vida às suas brincadeiras. Durante o isolamento domiciliar, é importante estimular esse lado da diversão, sempre como um instrumento aliado aos estudos”, pontua o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

As videoaulas do programa MS Saudável #EmCasa estão sendo realizadas desde o dia 7 de julho por profissionais de Educação Física todas as terças e quintas-feiras, com dicas de atividades ao público infantojuvenil, na faixa etária de três a 14 anos. As quintas, as lives ficam por conta do professor Fernando Quadros.

Comentários