O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta postou nas redes sociais uma foto ao lado da senadora Simone Tebet (MDB).

A terceira via sul-mato-grossense se une na Avenida Paulista, em São Paulo. O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) e a senadora Simone Tebet (MDB-MS) participaram de atos contra o presidente Jair Bolsonaro na tarde deste domingo (12).  Os manifestantes defendem o impeachment de Bolsonaro e também por mais vacinas contra a Covid-19.

Em São Paulo, manifestantes se encontraram na região do Museu de Arte de São Paulo (Masp) para participar dos protestos contra o governo federal. O ato, convocado principalmente pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e o Movimento Vem Pra Rua, pede o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Pré-candidata à presidência pelo MDB, a senadora Simone Tebet também esteve no carro de som do MBL. “Temos aqui o centro e a direita se fazendo presente em praça pública. Teremos a manifestação da esquerda no próximo mês. Não tenho dúvida que em novembro estaremos todos no mesmo palanque, sem nomes e sem extremismos”, disse a parlamentar.

Mandetta disse acreditar que o País terá as ruas dominadas por atos políticos até as eleições do ano que vem, e afirmou que “a maioria da população não quer nenhum dos dois extremos que está aí” em referência a Lula e Bolsonaro. Ele disse que a presença da esquerda nós protestos não é essencial para a saída do presidente. “Ele sairá nas urnas”, afirmou.

Além deles, participam do ato Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Dória (PSDB). A movimentação acontece também em Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus, Belo Horizonte, Florianópolis, Curitiba, Goiânia e São Luís.

Os dois políticos do Estado são cotados pelos partidos como nomes que podem ser lançados na corrida presidencial do ano que vem.

Comentários