23.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

Mantendo média: MS registra 457 casos e 4 mortes por Covid na última semana

O semanal boletim epidemiológico sobre a Covid-19, divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta terça-feira (19), aponta que Mato Grosso do Sul vem mantendo uma média razoável no número de casos e ainda até nas mortes. A ‘contagem’ é feita entre sete últimos dias, onde nesta última semana de 12 a 18 de dezembro, foram de 457 novos casos e quatro óbitos.

Os números de pessoas contaminadas pelo coronavírus, é praticamente igual da semana passada. Na última terça-feira (12), noticiamos que Covid continua acima de 400 novos casos e tem 4 óbitos entre última semana em MS

Nesta última semana, dos 457 novos casos de Covid registrados em MS, além dos casos de contaminação, houve ainda os quatro óbitos devido à doença, em 42 municípios do estado. Todos registraram novos casos de contaminação pelo coronavírus nos últimos 7 dias, com a pequena Coronel Sapucaia, sendo responsável pela maior parte das ocorrências, com ‘assustadores’ 120 notificações.

Conforme dados do B.E, no ranking, a cidade na fronteira, é seguida por Campo Grande (77), Amambai (39), Dourados (22), Maracaju (20), Rio Negro (17), Selvíria (13), Bela Vista (10), Jardim (10), Nova Andradina (10), Aparecida do Taboado (8), Rio Brilhante (8), Água Clara (7), Nova Alvorada do Sul (7) e Três Lagoas (7).

Demais e óbitos

Coxim, Itaquiraí, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso, Antônio João, Corguinho, Deodápolis, Laguna Carapã, Pedro Gomes, Sidrolândia, Anaurilândia, Costa Rica, Dois Irmãos do Buriti, Ivinhema, Naviraí e São Gabriel do Oeste apresentaram entre 6 e 3 casos. Os demais municípios registraram apenas 1 ou 2 ocorrências

Na última semana, qautro óbitos foram registrados devido à doença no estado, três na Capital e um em Aral Moreira. Entre as vítimas, todas elas possuíam comorbidades relatadas.

A orientação das autoridades é que as pessoas mantenham a vacinação em dia e completem o ciclo de imunização contra a Covid-19.


Foto: Edemir Rodrigues/Arquivo

Fale com a Redação