A PM registrou o caso na Deam, que fica na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Divulgação/DEAM)

Um jovem de 24 anos foi preso por lesão corporal, injúria, tentativa de feminicídio e resistência na madrugada deste sábado (25), em Campo Grande. De acordo com o registro da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), o sujeito espancou a esposa, de 44 anos, e também tentou atear fogo na casa onde eles moravam, na Vila Neusa.

A vítima relatou que por volta das 23 horas da sexta-feira (24), o casal estava em um bar consumindo bebidas alcoólicas. Em determinando momento, o marido foi ao banheiro e ela percebeu que ele estava usando drogas. Em seguida, eles retornaram para casa e foram dormir.

Por volta das 2 horas da madrugada deste sábado, a mulher acordou com som alto e, ao ver do que se tratava, encontrou o companheiro alterado. No ato, ele a segurou pelo pescoço, acusando de traição.

Na sequência, pegou uma faca e colocou no pescoço da vítima. Depois, deu socos nela, que foi jogada ao chão e conseguiu correr. A vítima se trancou em um cômodo da casa e ligou para a polícia.

Enquanto aguardava pelo socorro, a mulher sentiu cheiro de gasolina e então percebeu que o marido estava jogando o combustível na porta e teria dito: “Vou colocar fogo na casa, vou te matar!”.

Quando a guarnição chegou ao local, ainda do lado de fora ouviu os gritos de socorro. Os militares pularam o muro e encontraram o agressor no fundo da casa, com um galão de cinco litros de gasolina nas mãos e todos os cômodos da casa repletos de poças do combustível.

Ele foi preso em flagrante e levado para a Deam; a mulher foi socorrida em uma unidade de saúde e depois levada para prestar depoimento e registrar a ocorrência.

Comentários