Mesmo quem não teve faturamento em 2021 precisa fazer a declaração (Foto: Reprodução/Internet)

Quem não entrega documento obrigatório fica em situação irregular 

Quem atuou como Microempreendedor Individual (MEI) em 2021, mesmo que não tenha tido faturamento no ano passado, está obrigado a entregar a Declaração Anual Simplificada do MEI (DASN-MEI) até esta quinta-feira (30), prazo final definido pela Receita Federal.

Tire dúvidas sobre como declarar:

1) Quem precisa entregar a declaração?

Quem já era MEI em 2021 ou abriu um MEI até o dia 31 de dezembro de 2021.

2) O que é preciso informar?

É preciso informar o faturamento bruto obtido no ano-calendário anterior e se possuía ou não empregado.

3) Quem abriu MEI em 2022 precisa declarar?

Não, pois a declaração se refere ao ano-calendário 2021. Só será preciso entregar a declaração em 2022 quem decidiu encerrar a MEI.

4) O prazo de entrega não era até maio?

Sim, em regra, a DASN-SIMEI é transmitida até 31 de maio do ano subsequente ao da ocorrência dos fatos geradores dos tributos previstos no Simei. Mas, em 2022, excepcionalmente, o prazo de entrega foi prorrogado pela Resolução CGSN nº 168, de 20 de abril de 2022.

5) O que acontece se a declaração for entregue fora do prazo?

Caso a declaração seja entregue fora do prazo, o microempreendedor individual ficará sujeito a multa de 2% ao mês de atraso, limitada a 20%, sobre o valor total dos tributos declarados, ou o mínimo de R$ 50. A multa é emitida automaticamente após a transmissão da declaração e pode ser reduzida em 50%, caso a DASN-MEI seja entregue espontaneamente e a multa quitada dentro do vencimento estipulado no DARF (boleto) gerado.

6) O que acontece se não entregar a declaração?

A falta da declaração não cancela o registro do MEI, mas deixa sua situação irregular. No entanto, se o MEI ficar mais de 2 anos sem entregar sua declaração há possibilidade de sua inscrição ser cancelada automaticamente.PUBLICIDADE

Para resolver a situação, basta enviar a declaração normalmente, mesmo em atraso e pagar a multa.

Enquanto a declaração não for entregue, o MEI ficará impossibilitado de gerar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), tornando-se inadimplente com o Simples Nacional. Também terá o bloqueio dos benefícios previdenciários pela falta de pagamento dos tributos (DAS) até a data de vencimento. A contagem da carência para ter acesso aos benefícios inicia apenas a partir do pagamento da primeira contribuição sem atraso. Outra consequência é ficar impossibilitado de parcelar débitos do MEI relativos ao período abrangido pela declaração enquanto não declarar.

7) Como faço para enviar a declaração?

É possível preencher a declaração diretamente  pelo site DASN-SIMEI ou, se preferir, pelo aplicativo App MEI, disponível para download nas lojas de aplicativos Google Play, para o sistema operacional Android, ou Apple Store, para o sistema operacional iOS. No aplicativo, escolha a opção Declaração Anual de Faturamento e você será redirecionado para o site do DASN-Simei. A partir daí, o caminho é o mesmo:

– Informe o seu CNPJ e clique em continuar.

– Marque o ano a que se refere a declaração (2021) e o Tipo de Declaração (original ou retificadora).

– Informe o valor da sua receita bruta. São dois campos, um para receitas recebidas na atuação como comércio e indústria e outro para as receitas recebidas de prestação de serviços. Caso você só tenha recebido valores de um dos dois tipos, por exemplo, comércio, coloque o total faturado nesse campo e deixe “R$ 0,00” no outro, referente a valores recebidos da prestação de serviços. Caso não tenha tido faturamento, basta deixar R$ 0,00 nos dois campos.

– Informe se teve ou não funcionário no ano e clique em continuar.

– Confirme todos os dados apresentados no resumo da sua declaração. Corrija o que for preciso ou, se estiver tudo certo, finalize e salve o recibo.

8) Errei a declaração, o que faço?

É possível emitir uma declaração retificadora. 

A Receita também disponibiliza um manual para tirar dúvidas sobre como fazer a declaração da MEI;

Comentários