O HUB ampliou a oferta de leitos para a SES-DF, com a abertura de 11 novas vagas de enfermaria Covid, totalizando 23 leitos (21 de enfermaria e 2 de UTI)

A noticia de ajuda é boa para 16 Estados, mais não incluiu o Mato Grosso do Sul, que está em atual situação critica com UTIs lotadas e acima da capacidade. Mas, o Ministério da Saúde anunciou a pouco, que mais 364 leitos de Suporte Ventilatório Pulmonar para atendimento exclusivo aos pacientes confirmados ou com suspeita de covid-19 foram autorizados nesta quinta-feira (10). A medida reforça os atendimentos no Sistema Único de Saúde (SUS) em Hospitais Especializados, Unidades Mistas, Hospitais de Pequeno Porte, Prontos Socorros, Unidades de Pronto Atendimento, Hospitais de Campanha e Hospitais Gerais.Ministério autoriza mais leitos de suporte pulmonar a Estados, mas MS não constaMinistério autoriza mais leitos de suporte pulmonar a Estados, mas MS não consta

Veja abaixo quais Estados serão contemplados, com exceção de MS, que percentualmente hoje, está sendo o epicentro da Pandemia no Brasil, com mais de 3,2 mil casos positivos a Covid 19 e com cerca de 250 pessoas em lista de esperar para entrar em tratamento pela UTIs,

Segundo a pasta, a autorização ocorre sob demanda dos Estados. Desde o início do ano, mais de 3,1 mil leitos desse tipo foram autorizados, totalizando um investimento de R$ 176,3 milhões do governo federal. De acordo com o ministério, os leitos de suporte ventilatório pulmonar são voltados para pacientes de covid-19 que não evoluíram para estado grave, mas que necessitam de suporte de oxigênio.

As autorizações, em caráter excepcional e temporário, são destinadas para os estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Minas Gerais, Pernambuco, do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, São Paulo, do Pará, Rio Grande do Norte, de Goiás, Mata Grosso, da Paraíba e do Paraná. O valor do repasse mensal é de mais de R$ 5,2 milhões, correspondente aos meses de maio e junho de 2021. As duas portarias que autorizam os leitos estão publicadas no Diário Oficial da União.

*Com informações do Ministério da Saúde

Comentários