Imagem reprodução Facebook

A senhora Marcia Catarina Lugo Ortiz, 57 anos, que estava desaparecida desde o início da noite desta quinta-feira (7), foi encontrada no meio da tarde desta sexta-feira (8), morta e provavelmente vitima de crime de homicida ou latrocínio (roubo seguido de morte). O corpo da mulher, que morava na Vila Carvalho, região central de Campo Grande, foi encontrado em ponte sobre o Córrego Imbirussu, na BR-262, região do Coophavilla 2.

A ocorrência levou uma equipe do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, que estiveram no local, e a principio não haviam identificação da vitima. Mas, mas como a família já havia registrado um B.O (Boletim de Ocorrência), a mesma foi chamada ao local e identificaram mais uma mulher vitima da violência na Capital.

Conforme a polícia, o corpo de Marcia, teria sido encontradao ou ‘avistado’ por um homem, que não teve a identidade revelada, que foi até o 2º Batalhão da PM, localizado no Bairro Coophavila, por volta das 14h40, e avisou sobre o corpo caído no córrego. À policia disse que desceu no local para fazer suas necessidades fisiológicas e encontrou a mulher.

Assim, uma equipe da PM foi ao local e ratificou a então informação e encontrou  o corpo da mulher caído dentro do córrego com a barriga para cima e sujo de barro, sem sinais aparentes de violência. No entanto, no guard-rail da rodovia, há sinais de sangue que podem ser da vítima. Equipes da Perícia e da Polícia Civil foram acionadas.

B.O

A família registrou o Boletim de ocorrência no início da tarde desta sexta-feira (8), na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro. A família informou à polícia que Márcia saiu a pé da casa da mãe em direção a sua residência, que fica a menos de uma quadra de distância, na Rua Bernardo Franco Baís, Vila Carvalho.

Uma vizinha contou que a vítima chegou a ser seguida por uma SUV preta e ao virar a esquina, por volta das 19h, subiu na camionete. Desde então, não foi mais vista.

Comentários