Após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), no último dia 13, na residência Salesiana em Lins, no estado Paulista, padre Arlindo Pereira de Lima faleceu aos 78 anos, neste sábado (20). Ele fez história em Campo Grande, e atualmente era o 4° pároco da Paróquia São Francisco e Santa Clara Araçatuba.

O padre foi socorrido imediatamente e levado ao Hospital Unimed de Lins, já com o lado do rosto direito paralisado e a fala comprometida. Arlindo foi encaminhado para uma UTI durante a noite, não chegou a realizar nenhuma cirurgia, e acabou não resistindo.

O velório erá velado na Paróquia Dom Bosco em Lins das 16h às 22h. No domingo das 6h às 10h. Haverá missa de corpo presente em seguida o enterro.

Quem foi Padre Arlindo

Ele nasceu em 24 de julho de 1942, na cidade de Lins, mesma cidade em que foi ordenado sacerdote em 16 de dezembro de 1973, na Matriz São João Bosco. Era Mestre em Direito Civil e Doutor em Direito pela Pontificia Universitas Lateranensis em 1997.

Ex-professor da UCDB entre 1993 e 2013, José Reinaldo que trabalhou como assessor na reitoria da universidade, contou um pouco da trajetória do padre na capital. “Era muito querido por todos os alunos. O Pe. Arlindo era coordenador de estudos no Colégio Salesiano Dom Bosco de Campo Grande de 1972 a 1982. Nesta época ele realizava encontro de jovens para os alunos do colégio Dom Bosco e era o general da Banda Marcial da escola que normalmente ganhava os prêmios dentre as bandas nos desfiles escolares de 26 de agosto e 7 de setembro”, comentou o assessor que é ligado aos padres salesianos desde pequeno.

Depois de ir por um breve período a Lins-São Paulo, Arlindo voltou a Campo Grande quando foi pró-reitor, mas já para a UCDB nos anos 90 onde ficou até 1995.

Sua carreira se iniciou na Paróquia São João Bosco em São Paulo em 1980, três anos depois integrou a Diocese de Lins, e logo depois virou diretor do Colégio Salesiano D. Henrique. Foi pró-reitor do Centro Universitário Salesiano Dom Bosco, vigário paroquial em São João Bosco onde esteve desde 2018.

O padre ajudou a fundar a primeira creche do Bairro Creche Santa Terezinha ao lado da igreja em Lins, onde também organizou a construção da igreja Santa Terezinha, e sempre se envolveu com causas sociais do através do centro social Dom Bosco.

Comentários