Conforme avança a vacinação em Mato Grosso do Sul que já atinge 71,30% da população total vacinada com 1 dose e 40,79% com o ciclo vacinal completo, o cenário da Covid-19 vem mantendo uma tendência de estabilidade. Pelo menos é o que mostram os dados do fechamento da 33° semana epidemiológica encerrado no último sábado (21) e complementado pelos indicadores da atualização do boletim epidemiológico desta segunda-feira (23). A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul seis novos óbitos e 346 casos da doença em 24h.

No período de 15 a 21 de agosto, que representa a semana 33, foram 2.846 novos casos e 88 óbitos. Ainda que sejam números altos, no comparativo com as semanas anteriores, é o período com menor número de novos casos. Com relação aos óbitos, a semana só é maior que a de número 7° do mês de fevereiro que registrou 83 mortes. 

O Estado acumula 366.340 casos de pessoas infectadas pelo vírus. Já em relação aos óbitos, somam-se 9.266 registros.

As mortes registradas no boletim aconteceram em quatro municípios: Campo Grande (4), São Gabriel do do Oeste (1) e Chapadão do Sul (1).

Ainda de acordo com dados do boletim epidemiológico, a ocupação global de leitos segue alta na macrorregião de Campo Grande, com 62%. Na macrorregião de Dourados está com 58% de ocupação, Corumbá com 33% e Três Lagoas com59%.

Há 2.696 pacientes em isolamento domiciliar e 315 estão internados, dos quais 132 em leitos clínicos e 183 em unidades de terapia intensiva (UTI’s). Recuperados somam 354.063.

Existem 49 amostras em análise no Lacen, e outros 1.823 casos sem encerramento pelos municípios. A redução das amostras em análise, é devido a intensificação de testes antígenos que disponibilizam o resultado em pouco mais de 20 minutos. Segundo a secretária adjunta da SES, Crhistinne Maymone, esses testes estão disponíveis nos 79 municípios. 

Comentários