Foto: Chico Ribeiro

O governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), lançou a segunda etapa do PICTEC (Programa de Iniciação Científica e Tecnológica) contemplando mais 400 alunos e 100 professores com bolsas de estudo. A cerimônia de assinatura dos termos ocorreu na manhã dessa segunda-feira (16) no auditório do Bioparque Pantanal.

MS tem maior rede de apoio à pesquisa no ensino médio“Estamos criando a maior rede de apoio à pesquisa em ciência, tecnologia e inovação do país. Já somos os primeiros em concessão de bolsas para mestrado e doutorado, com recursos distribuídos a todas as instituições e fundações do Estado”, disse o secretário da Semagro, Jaime Verruck.

O PICTEC garante bolsas de 400 reais para alunos e de 800 reais para professores que coordenam os projetos, todos da rede pública de ensino. Ao todo, nessa segunda etapa do programa, o governo vai distribuir R$ 2,8 milhões em bolsas pelo período de um ano.

Na primeira edição do PICTEC, lançado em outubro de 2021, foram contemplados 188 estudantes e 50 professores/coordenadores de 37 instituições de educação pública espalhadas por 19 municípios. A soma das bolsas totalizou R$ 1,368 milhão.

Samuel Albuquerque dos Santos, de 17 anos, foi um dos contemplados com bolsa na primeira edição do PICTEC. Ele estuda na Escola Amando de Oliveira e com mais dois colegas participa de um projeto na área de Botânica, sob a coordenação do professor de Biologia. “Eu gostei muito, aprendemos a catalogar e identificar plantas, é uma área que eu me identifico”, afirmou.

No ato realizado nessa segunda-feira, estavam presentes o governador Reinaldo Azambuja, os secretários da Semagro, Jaime Verruck e de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta; o diretor presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira; o secretário adjunto da Semagro e presidente do Conselho Superior da Fundect, Ricardo Senna; o reitor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Lino Sanabria; entre outras autoridades, além de professores e estudantes de diversas instituições de ensino.

Serviço: O Edital nº 15/2022 da Fundect está aberto desde essa segunda-feira (16) e os interessados têm até o dia 20 de junho para fazer a inscrição. A homologação do resultado final sai dia 1° de setembro e os contemplados começam a receber as bolsas dia 1° de outubro.

Comentários