Vítima, Bruna Moraes. (Foto/Reprodução redes sociais)

Uma jovem de 22 anos, identificada como Bruna Moraes de Aquino, foi morta na noite desta quarta-feira (1º), no bairro Itamaracá em Campo Grande. O carro em que ela estava com o namorado teria sido alvejado por disparos que a atingiram provocando sua morte.

O homem de 34 anos, namorado da vítima que não teve seu nome divulgado, relatou aos policiais que ambos estariam dentro de seu carro em uma rua de terra no bairro Itamaracá, quando ele avistou um rapaz que chegou a pé, portando um capacete em uma das mãos e uma arma em outra e em seguida teria atirado várias vezes contra o veículo, cerca de três ou quatro vezes, atingindo ele de raspão e, a namorada no pescoço com dois tiros.

Contou ainda, que ao perceber que a jovem sangrava muito, correu para unidade de saúde mais próxima na tentativa de socorre-la, porém ao chegar ao UPA do Universitário, os médicos teriam tentado reanima-la, mas Bruna já estaria morta.

O rapaz levou os policiais até o local onde ocorreu o crime, no entanto nenhuma testemunha foi identificada por se tratar de um lugar ermo. Na lataria do veículo foram encontrados projéteis e várias manchas de sangue.

Perseguição passada

Um relato sobre uma outra situação em que o casal teria sido alvo de uma perseguição e ataque a tiros também ao sair de uma boate também foi revelado. O namorado disse ter se estranhado com um homem desconhecido em uma casa noturna da Capital, após o mesmo importunar sua namorada, chamando o desconhecido de inconveniente.

O fato teria se passado entre os dias 29 e 30 e que na ocasião os tiros teriam atingido a moça de raspão, mas que ela não quis registrar Boletim de Ocorrência.

Comentários