Divulgação

A falsa comunicação de um socorro ou crime, o chamado trote, traz muitos transtornos para a sociedade em geral. Deslocamento de veículos e equipes, faz com que estes profissionais deixem de atender um fato verídico e salvar vidas. Preocupado com essa situação, o deputado estadual Capitão Contar apresentou o Projeto de Lei de conscientização sobre o tema e multa a quem faz.

A proposta, que teve uma emenda substitutiva integral, foi aprovada pela Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), nesta terça-feira (14), e agora segue para a Redação Final.

Além da importância de fazer campanhas e palestras sobre o assunto, o Projeto de Lei traz a proposta de multar o responsável pelo trote. O valor será de 12 Uferms, o que corresponde em torno de R$ 380, e para o reincidente no crime, esta multa será acrescida de mais 50% do valor inicial.

Comentários