(Foto: Reprodução/ Instagram)

Polícia de SP investiga Nego do Borel por suspeita de estupro contra modelo Dayane Mello, dentro do “A Fazenda 13”

Após ser expulso de A Fazenda 13 na noite de sábado (25), Nego do Borel surgiu na internet ao lado da mãe. Na primeira aparição após a polêmica, em um story publicado no Instagram, o cantor diz que está “muito feliz”. O ex-participante é investigado de estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello.

Em um breve vídeo, ele tranquilizou os fãs e disse que está bem e sendo cuidado pela mãe, Roseli Viana Gomes, na casa dela, no Rio de Janeiro. “Meus fãs, eu cheguei em casa e estou muito feliz”, afirmou. “Vamos! Cheguei na coroa.”

Roseli, por sua vez, defendeu o filho. “Não teve abuso”, afirmou. “Por favor, não façam isso com as pessoas. A emissora está mostrando tudo para a gente. Tiraram o Maycon apenas porque a emissora foi ameaçada de perder patrocinadores.”

Os dois se abraçam e a mãe do cantor completa: “Amanhã a gente conversa. Tá tudo bem”. A publicação na rede social foi mostrada pela colunista Patricia Kogut.

O cantor deixou o reality show ontem (25) após a Polícia Civil de São Paulo abrir uma investigação para apurar um suposto estupro que ele teria cometido contra Dayane Mello, colega de confinamento. A modelo diz não se lembrar de boa parte das coisas que ocorreram após uma festa que ocorreu na madrugada de sábado.

Em imagens compartilhadas nas redes sociais, Dayane aparece visivelmente alcoolizada, com Nego do Borel em cima dela. Em alguns momentos, ela tenta afastar o cantor e pede: “Para com isso Nego, para com essa boca!”.

Durante a exibição ao vivo do programa, a apresentadora Adriane Galisteu explicou que a inconsistência no depoimento da modelo foi o que motivou a decisão da emissora de expulsar Nego do Borel do reality. “Alguns pontos foram cruciais”, disse.

“Existe uma regra no jogo que diz que qualquer atitude que possa colocar em risco um participante pode levar à expulsão”, explicou. “Por uma decisão jurídica do programa, ele está fora.”

O entendimento da produção e da direção da Record foi de que Nego violou essa regra agindo de maneira não condizente com o jogo. Um tanto emocionada, Galisteu sentenciou: “Depois de tudo o que aconteceu, depois de tudo isso, vale o recado: Quando uma mulher diz não, é não! Quando uma mulher alcoolizada diz sim, também é não. Difícil, né?”

*com informações Yahoo

Comentários