21.8 C
Campo Grande
segunda-feira, 4 de dezembro, 2023
spot_img

No Horto Florestal, mais alunos da Reme participam do festival de bandas e fanfarras

Na tarde deste sábado (18), no Horto Florestal, em Campo Grande, aconteceu o Festival de Bandas e Fanfarras, organizado pela Deac (Divisão de Arte e Cultura) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a apresentação de 168 alunos de cinco escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino).

O evento é uma oportunidade para mostrar o que os alunos aprenderam durante o ano letivo. Segundo o chefe da Deac, Wilson Lands, o Festival é a culminância do que foi aprendido. “É também a valorização do profissional, professor que ensina os alunos a tocar um instrumento, a se destacar na unidade”.

O casal Clisane Diniz e Robson de Freitas, estudaram na Escola Municipal Eduardo Olímpio Machado e fizeram parte da banda em 2005. Hoje, os filhos de 14, 10 e 7 anos, seguem os passos dos pais. “Nos conhecemos na banda, namoramos, casamos e hoje nossos filhos seguem nossos passos. É muito orgulho ver nossa trajetória dessa forma”.

Mãe de Deizane, aluna da Escola Municipal Licurgo de Oliveira Bastos, Eliane Alves de Azevedo, afirma que decidiu colocar a filha de 14 anos na banda, para melhorar o comportamento dela. “Ela andava muito nervosa e agora na banda, se acalmou, está mais concentrada. Foi um divisor de águas nas nossas vidas”.

A aluna Ana Vitória de Oliveira Souza, da Escola Municipal Oneida Ramos, está na banda desde o ano passado. “Toco lira, mas já toquei bumbo também, é muito legal, eu gosto de música”.

Vinicius Duarte, aluno da Escola Municipal Licurgo de Oliveira Bastos, está no 7° ano e disse que ouvia a banda ensaiando, quando decidiu fazer parte. “Gosto de música e ouvindo a banda, me deu interesse. Toco surdo”.

Brian Lima, aluno do 7° ano da Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio Machado, está desde o começo do ano na banda. “Eu via na TV e sempre quis fazer parte. Aí descobri que na escola tinha e me inscrevi. Hoje eu toco bumbo”.

A única maestrina mulher regente de Mato Grosso do Sul, Teresa Graça, é professora da Escola Municipal Licurgo. Ela tem 36 alunos na banda, com sete instrumentos. “São alunos do 2° ao 9° ano e eles se interessam muito pelos instrumentos, o desempenho deles é grande”.

Já o maestro da banda da Escola Municipal Eduardo Olimpio, Wander Gomes da Silva, foi um dos pioneiros em Campo Grande. “Temos 45 alunos e 10 instrumentos e eles no começo ficam tímidos, mas depois, se desenvolvem. Eventos como esse são de suma importância, porque trazem um fomento para música, mostra o trabalho desenvolvido na comunidade”.

Participaram do Festival, as bandas das seguintes escolas: Eduardo Olímpio Machado, Professora Oneida Ramos, Licurgo de Oliveira Bastos, Dr. Tertuliano Meirelles e Prof. Plínio Mendes dos Santos.

Fale com a Redação