Dia da Consciência Negra

O que dizer de ataques de políticos contra a população negra?

 

20/11/2019 17h10
Por: Redação

 
Foto Ilustrativa Foto Ilustrativa

As vésperas do dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, a população Negra é agredida e ofendida com atos anti democráticos, por parlamentares do PSL o Cel. Tadeu Deputado Federal (PSL/RJ) e o Daniel Silveira (PSL/SP) – tendo práticas racistas na Câmara de Deputados, em Brasília.

O povo brasileiro não precisa de certos ataques que possam ferir sua dignidade. Somos mais de 54% da população ativa, contribuindo dia após dia para o bem do país.

Os parlamentares devem zelar e respeitar a Constituição Federal, elaborar leis e promover o bem-estar social de seu povo e preservar a democracia.

Durante séculos a população Negra vem lutando contra a intolerância, o preconceito e o Racismo, promovido pelo estado brasileiro. O sangue dos Negros escravos, que trabalharam e ajudaram na construção deste país não deve ser esquecido.

A época da escravidão para a população Negra acabou.

É preciso criar mecanismos que reduzam as desigualdades Sociais e as práticas de violência.

O capitalismo quer impor regras que prejudicam toda a Sociedade. A população Negra, que sempre trabalhou contribuindo para o crescimento e fortalecimento do país não aceitará ser mais explorado pelo sistema capitalista atual.

Por isso, neste dia da Consciência Negra o Sintect-MS repudia tais práticas no Congresso Nacional. Que manifestações como essa sejam coibidas e aplicadas as referidas leis à quem prática o Racismo.

Assim reafirmamos nosso compromisso com a luta pela promoção da Igualdade e pelo Combate ao Racismo no Brasil.

André Luiz Diretor de Combate ao Racismo e Discriminação Sintect-MS

Envie seu Comentário