“Foi lançada a GETTR, a nova rede social de Trump, e eu já estou lá. Mais uma rede em defesa da liberdade. Acesse, se inscreva e me siga”. Foi assim que o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) convocou aliados para migrarem para a plataforma que agora acolhe bolsonaristas e extremistas barrados pelas principais plataformas por descumprimento das regras de conduta.

O GETTR, no entanto, não é mais um negócio de Trump. Ela foi lançada domingo (4) por Jason Miller, porta-voz do ex-presidente americano na campanha de 2016. Não é a primeira vez que bolsonaristas e militantes da extrema-direita fazem campanha de migração para plataformas que não restringem conteúdos.

O Gab e o Parler já foram propagandeados por esses grupos no Brasil, recentemente. Entre as propostas da nova rede social estão “rejeitar a cultura do cancelamento” e não banir usuários por suas “opiniões políticas”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários