Polícia Militar foi chamada. (Foto/Ilustração)

De ontem (27) para hoje (28), equipes da Polícia Militar atenderam ocorrências variadas que ocorreram em bares de Campo Grande. Os fatos foram desde briga a disparo de arma de fogo.

Relacionamento extraconjugal

Na tarde de sábado, duas mulheres de 33 e 40 anos foram presas em flagrante em um bar na Vila Planalto. Elas discutiram e uma foi agredida com um taco de sinuca e a outra esfaqueada várias vezes. Segundo a PM, a mulher mais velha contou que a outra chegou no local a provocando, por causa de um relacionamento extraconjugal que o marido dela teve. Assim, a mulher deu um golpe com o taco de sinuca, momento em que a mais nova sacou uma faca que levava na cintura, desferindo vários golpes. Ambas receberam cuidados médicos e responderão por lesão corporal e ativa de homicídio.

Após jogo da Libertadores

Já na noite, um policial penal foi preso na Vila Taquarussu, por agredir uma mulher a socos e atirar contra os seguranças, além de outro homem de 40 anos, portando um revólver calibre 38.

Ocorrências em bares movimenta o setor policial na Capital
(Foto: Divulgação/Choque)

Segundo registro policial, o estabelecimento foi reservado pela torcida do Flamengo para a final da Libertadores, quando houve discussão entre o policial penal e uma mulher. Ele teria sacado uma pistola calibre 380 e atirado várias vezes contra a equipe de segurança do bar.

A PM, através de uma equipe do Choque, chegou e identificou o policial, sendo então apreendida a arma com 13 munições. Também foi abordado o homem que portava um revólver municiado.

A mulher vítima das agressões contou que foi ferida com socos na boca pelo policial penal, além de um outro homem. Já a equipe de segurança disse que o suspeito passou a atirar, quando várias pessoas se jogaram no chão para não serem atendidas.

Segundo as informações da Polícia Militar, equipe foi chamada após o homem se envolver em uma discussão e agredir uma mulher a socos, além de sacar uma pistola e atirar várias vezes contra a equipe de segurança do local. Para os policiais, o homem revelou que era policial penal.

Os envolvidos foram presos pelos crimes de lesão corporal, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

Tiro de borracha

Na madrugada de hoje (28), mais um homem, de 35 anos, foi preso pela PM. Desta vez, no Núcleo Industrial. Os policiais foram acionados por conta de uma briga no local e encontraram o autor já bastante alterado, com sinais de embriaguez.

De acordo com boletim de ocorrência, ele foi em direção aos militares, xingando e desacatando e tentou agredir um dos policiais com um soco, momento em que a equipe realizou disparo de elastômero, atingindo a perna esquerda do homem.

O homem foi encaminhado para atendimento e disse aos policiais que tinha sido agredido no bar, mas não quis prestar queixas. Ele responderá por desacato e resistência.

Comentários