Produtora rural, Roberta Maia. (Foto/Divulgação)

Afirmação é de uma jovem produtora rural que descobriu paixão pelo setor rural

“Os jovens estão atentos a todas as possibilidades do campo e buscando participar de alguma maneira das diversas áreas do agronegócio”. A afirmação é da jovem produtora rural, Roberta Maia, que descobriu sua paixão pelo setor quando frequentava a faculdade de Administração. Hoje, à frente da propriedade da família, passou por uma grande mudança após conhecer o Senar/MS.

“Sou filha, neta e sobrinha de produtor rural. Nasci no agro e isso mudou totalmente a minha vida, por isso venho buscando conhecer mais o setor. Com isso, cheguei ao Senar/MS, ainda na faculdade, quando me interessei pela administração da empresa rural. Eu queria entender a dinâmica dos negócios da família e acabei me apaixonando pelo setor. Me ajudou a ter um olhar diferente sobre o agronegócio”, lembra Roberta.

Ela acredita que, assim como ela, muitos jovens estão mudando suas visões sobre as atividades no campo, especialmente em um estado como Mato Grosso do Sul, voltado à agropecuária.

 “Eles já entenderam que há muita oportunidade e que é possível atuar em diversas áreas do agro, com as habilidades e perfil de cada um. Isso está fazendo com que os jovens se interessem mais pelo campo, sempre procurando achar uma pontinha para participar e contribuir de alguma maneira no setor”, ressalta.

Além das capacitações do Senar/MS, Roberta procurou a ATeG (Assistência Técnica e Gerencial) para a ovinocultura da propriedade da família, localizada em Campo Grande .

“Nossa chácara foi uma das propriedades da primeira turma da ATeG Ovinocultura do Senar, há cerca de 3 anos. Passamos a observar os índices econômicos, sendo possível ter uma maior rentabilidade, porque ficou mais fácil enxergar aonde chegar, o que precisa ser feito para organizar tudo e tornar a atividade viável nos aspectos social, econômico e ambiental”.

Seja pela assistência técnica ou pelos cursos, Roberta reforça que o Senar transforma vidas por meio do conhecimento. “Levar orientação para que as pessoas façam coisas da melhor forma possível é o principal papel do Senar. O conhecimento é o principal agente de mudança, para realmente transformar uma vida”, diz.

Comentários