Ações em conjunto contribuem para conquista pelo estado de uma nova condição sanitária

O esforço integrado entre órgãos oficiais de sanidade animal e vegetal e o sistema produtivo está contribuindo para o avanço do PNEFA (Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa) em Mato Grosso do Sul. “Com a evolução de nossos rebanhos, temos novos mercados a serem conquistados, com impactos positivos em todas as cadeias produtivas do estado”, destaca Celso Martins, superintendente da SFA/MS. Confira o depoimento no #TransformandoVidas da semana.https://www.youtube.com/embed/P9z5fhXvXLI?wmode=opaque&controls=&rel=0

“O PNEFA, que previsão de ser concluído até 2026, estabelece o modo como conquistaremos um novo status sanitário, uma vez que não temos mais vírus circulante de febre aftosa em nosso território. Muitas ações estão sendo desenvolvidas e periodicamente monitoradas, entre elas as que se referem ao fortalecimento do sistema veterinário, integração entre sistema produtivo, órgãos oficiais e a comunidade. Sempre tivemos uma integração muito sólida em relação ao enfrentamento dos desafios, e com a febre aftosa não foi diferente”, salienta superintendente Federal da Agricultura em Mato Grosso do Sul.

Para Celso, tudo o que foi e está sendo conquistado em relação à controle de zoonoses, aconteceu por meio desse esforço conjunto, norteado pelo comprometimento e responsabilidade no campo, sempre com objetivos em comum.

“A retirada da vacinação em um momento oportuno, que em breve vai chegar, sem sombra de dúvidas vai proporcionar uma grande transformação de vidas, transformação da nossa realidade”, reitera.

Transformando Vidas – Toda sexta-feira, o Sistema Famasul divulga uma reportagem sobre a atuação do Senar/MS e as suas transformações no campo. Que tal se inspirar em outros depoimentos? Acesse o canal no YOUTUBE.

Comentários