Ao vivo no comando da atração Mais Você, na manhã desta segunda-feira (22), a apresentadora Ana Maria brincou e “ameaçou” inventar uma desculpa na quarta-feira(24), só para não ter de entrevistar a cantora Karol Conká, possível eliminada no paredão em que disputa ao lado de Gilberto e Arthur.

“Acho que vou dizer que eu trabalhei muito, tô esgotada. Amanhã faço um bico e quarta-feira não vi, não sei”, brincou a famosa. Confira:

https://d-28644452511783658246.ampproject.net/2102060044003/frame.html

Por vingança! Italianos votam em Gil para irritar fãs brasileiros do BBB21; Entenda:

Segundo Léo Dias, os italianos querem vingança! Eles não estão gostando nada da interferência dos brasileiros nas votações do Grande Fratello VIP, versão nacional do Big Brother, e querem tentar influenciar no BBB21. Tudo porque a brasileira Dayane Mello é uma das concorrentes do programa de lá e ganhou o apoio de seus conterrâneos pela internet.

Um perfil no Twitter começou o movimento “Fuori Gilberto e Forza Karol”, mas os próprios italianos já sabem que não conseguem competir com a intensidade dos brasileiros quando se trata de reality show. “Se não conseguimos eliminar a Dayane, quem somos nós para eliminar o Gilberto?”, questionou um italiano.

Convicta de que será eliminada, Karol dispara “Não tô nem aí” para julgamento do público

De acordo com a Isto É Gente, Karol Conká está convicta que será a eliminada da semana. Emparedada pela líder Sarah, a rapper enfrenta Arthur e Gilberto para permanecer na casa do Big Brother Brasil. Em conversa com Gil e Lumena, Karol disse que não está preocupada com os ‘haters’ fora da casa e que não se importa com o julgamento.

“Eu não tô nem aí. Espero que todo mundo tenha falado mal de mim pelas minhas costas, porque eu já vivo isso, entendeu? E é normal as pessoas falarem mal da gente, [isso] não quer dizer, necessariamente, quer dizer que a gente é uma merd* de pessoa”, desabafou.

E para você, quem dever ser eliminado deste paredão?

Clique aqui para votar no paredão entre Arthur, Gilberto e Karol Conká.

Comentários