A PC-MS (Polícia Civil de MS) em Dourados, anunciou nesta sexta-feira (8), que resolveu o homicídio contra Alex Junior Isnarde Machado, ocorrido em aldeia indígena de Dourados. A policia só divulgou hoje, mas aponta que elucidou na última quarta-feira (6), o crime praticado na aldeia indígena Jaguapiru, que fica no segundo maior município de Mato Grosso do Sul, onde se há a maior população de índios do Estado. A conclusão do inquérito policial aponta que há dois envolvidos na morte do homem, sendo um casal.

Conforme a PC, as investigações foram conduzidas por uma equipe do Setor de Investigações Gerais (SIG), da delegacia de Dourados, a 230 km de Campo Grande. As apurações tiveram a oitiva de algumas testemunhas, onde a partir de então, foi possível identificar os autores M.B. (mulher) e M.A.C. (homem). “O casal foi autor das facadas e pedradas, que levaram a vítima à morte, na madrugada do dia 03/10, na reserva indígena Jaguapiru, próximo a rotatória da rodovia que corta a referida reserva”, registrou a PC.

Os suspeitos foram localizados e conduzidos até a delegacia, onde confessaram o crime e foram indiciados. Mas, os fatos e outros detalhes do crime, ainda seguem em apuração pela delegacia de Dourados.

Aos policiais, a mulher disse que discutiu com a vítima porque ele teria ameaçado o filho dela e por isso pegou uma faca com M.A.C., correu atrás de Alex e o golpeou pelas costas e o apedrejou, com a ajuda de M.A.C.

PC prende casal de homicídio ocorrido em aldeia indígena de Dourados
PC prende casal de homicídio ocorrido em aldeia indígena de Dourados
Comentários