Foto: divulgação PC-MS

Uma situação deplorável com sujeiras, poluição total do ambiente e crime de maus tratos a animais foi descoberto pela PC-MS (Polícia Civil de MS), praticamente na região central de Campo Grande, no bairro Taveirópolis. Denuncia foi repassada a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), que com agentes foi até o local, ratificou situação e efetuou a prisão em flagrante de um homem de 47 anos, na última terça-feira (27). A ação, que atendeu denúncia no bairro da região Oeste da Capital, após prisão do dono da casa, também resgatou 11 cachorros e uma gata cega e prenha. Todos em estado já visual, de péssima condição. Veja abaixo, algumas imagens.

Conforme os agentes da Decat, a situação no casa era até degradante com os cães repletos de ectoparasitas (carrapatos), que estavam até a ‘correr soltos’ nos animais e pela casa toda. “Os cães tinham muitos parasitas, que também estavam no piso, paredes, muros e móveis da casa. Os tais parasitas eram presença indisfarçável, integrados à grande quantidade de fezes de animais existente”, registrou a Polícia.

De acordo com os médicos veterinários e a perita criminal que auxiliaram na comprovação da materialidade do crime (realização de exames de corpo de delito), o estado do local, tornava o ambiente insalubre e potencialmente perigoso à saúde animal e mesmo a humana de quem mora e até de vizinhos. “Asisim, maus-tratos e poluição foram as infrações penais imputadas ao tutor (dono) no Auto de Prisão em Flagrante”, apontou a PC.

PC resgata 12 animais em maus-tratos, após prisão de 'dono' em bairro central de CG

A ação contra ‘Crimes Ambientais’, que envolve fauna e flora (animais e meio ambiente/plantas), contou com apoio do CCZ (Coordenadoria de Controle de Zoonoses) da Capital e da Subsecretaria de Bem-Estar Animal. Como se pode ver na imagem, o cãozinho estava sendo ‘comido’ pelos carrapatos, com orelha com pencas do parasita.

Crime contra humano

PC resgata 12 animais em maus-tratos, após prisão de 'dono' em bairro central de CG

O homem preso, não só praticava crime contra os animais, ao que tudo indica, ainda tem crime contra outra pessoa da casa, um idoso, ao se apropriar de rende de vitima. Segundo registro da Decat, “foi possível também constatar a existência de indícios de possível apropriação de benefícios previdenciários por parte do autuado, fato que será profundamente investigado no inquérito policial”, apontou agentes da Decat.

Serviço – Para efetuar denúncias sobre crimes ambientais, contatar a DECAT, via email [email protected], inserindo vídeos, fotos e todas as informações disponíveis, garantindo-se o anonimato, desde que solicitado expressamente.

Comentários