(Foto: Bullstockmedia)

O peão sul-mato-grossense José Vitor Lemes, fez história na noite de sábado (31) ao obter a maior nota da história do PBR (Professional Bull Riders) Unleash The Beast, o campeonato mundial de rodeio. Veja o vídeo da montaria no final da reportagem.

Lemes obteve o resultado foi 97,75 pontos, a maior nota da história de 28 anos de campeonato. A pontuação mais alta anteriormente era de 96,50 pontos, conquistada por quatro peões em tempos diferentes. Mas nunca uma dessa magnitude.

“Isso é incrível. É um dos melhores momentos da minha vida, da minha carreira montando em touros. Eu não sei o que essa arena tem de especial, porque J.B. Mauney montou em Bushwacker aqui com 95,25 pontos, e agora eu coloco meu nome na história também como a melhor marcar de todos os tempos. Isso é incrível. Agradeço a Deus por tudo”, comentou.

Foi uma exibição quase perfeita, com Leme registrando 49,75 pontos dos possíveis 50, enquanto Woopaa fez 48 pontos, a décima maior nota para um touro na história da PBR.

E os fãs ainda tiveram mais uma grande emoção para comemorar ao verem essa montaria, porque o brasileiro de Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul, empatou com Cody Hard como os dois competidores que mais fizeram notas acima dos 90 pontos em uma temporada, sendo 16 montarias para cada.

Se Leme fizer mais uma nota na casa dos 90, ele se torna o maior pontuador da história. E ainda pode ser o segundo competidor a conquistar um título consecutivo — o primeiro foi o também brasileiro Silvano Alves ao defender seu título em 2012.

Ano passado, Woopaa e Leme foram responsáveis por registrarem 95,75 pontos durante a PBR World Finals em Arlington, no Texas, montaria que rendeu ao brasileiro o seu primeiro título. Esse ano, em Fort Worth, também no Texas, os dois se reencontraram para 94,75.

Nesta temporada foram realizados oito 15/15 Bucking Battle, com os brasileiros vencendo seis deles. José Vitor Leme saiu com a fivela de campeão agora em Tulsa e na disputa em Nampa (ID), em abril.

Com o resultado, o líder do mundial sobe para 1452,50 pontos, se afastando 410,50 do compatriota Kaique Pacheco, vice-líder.

Neste domingo ocorrem os rounds finais em Tulsa. 

Sobre a PBR (Professional Bull Riders) Brazil

A PBR (Professional Bull Riders), que tem eventos em cinco países, compete na Brasil desde 2006, atuando com a Divisão de Acesso e o Monster Energy PBR, produzindo aproximadamente 15 eventos por ano, visitando cidades como Brasília, Americana, Jaguariúna, Divinópolis e Goiânia, além de outras importantes cidades regionais. Os pontos conquistados em nossos campeonatos são válidos também para o ranking mundial da modalidade.
Comentários