A pesquisa realizada do Instituto de Pesquisa Resultado(IPR), entre os últimos dias 21 e 23 de outubro, o candidato Marquinhos Trad (PSD) seria eleito prefeito de Campo Grande, se as eleições 2020 fossem hoje. O atual prefeito lidera as intenções (espontânea) de votos com 53,36%, na pesquisa estimulada, seguido do promotor Sergio Harfouche (Avante) com 7,95%.

Na sequência vem Dagoberto Nogueira (PDT) com 6,36%; Pedro Kemp (PT) com 6,01%; Vinícius Siqueira (PSL) com 4,77%; Sidnéia Tobias (Pode) com 4,24%; Márcio Fernandes(MDB) com 3,71%; Esacheu Nascimento (PP) com 3,36%; Loester Carlos (PSL) com 1,94%; Marcelo Miglioli (Solidariedade) com 1,77%; Guto Scarpanti (Novo) com 1,41%; João Henrique Catan (PL) com 1,41%; Marcelo Bluma (PV) com 1,41%; Paulo Matos (PSC) com 1,24%; Cris Duarte (Psol) com 0,71%; e Thiago Assad (PCO) com 0,35%.

A pesquisa consta os nomes de Loester Carlos e Thiago Assad, que tiveram as candidaturas indeferidas pela Justiça Eleitoral.

Pesquisa aponta Marquinhos com 53,36% e Harfouche 7,95% para prefeitura da Capital
Gráfico mostra liderança de Marquinhos Trad nos votos válidos. (Fonte: Pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob número MS-05221/2020) – Arte: CG/NEWS

Estimulada

Já na pesquisa estimulada, recebe uma lista de nomes, os números ficaram da seguinte forma:

  • Cris Duarte (PSOL) 0,62%
  • Dagoberto Nogueira (PDT) 5,54%
  • Esacheu Nascimento (PP) 2,92%
  • Guto Scarpanti (Novo) 1,23%
  • João Henrique (PL) 1,23%
  • Loester Trutis (PSL) 1,69%
  • Marcelo Bluma (PV) 1,23%
  • Marcelo Miglioli (Solidariedade) 1,54%
  • Márcio Fernandes (MDB) 3,23%
  • Marquinhos Trad (PSD) 46,46%
  • Paulo Matos (PSC) 1,08%
  • Pedro Kemp (PT) 5,23%
  • Sérgio Harfouche (Avante) 6,92%
  • Sidnéia Tobias (Avante) 3,69%
  • Thiago Assad (PCO) 0,31%
  • Vinícius Siqueira (PSL) 4,15%

Em relação a rejeição, os três primeiros candidatos que configuram na pesquisa, são estes: Dagoberto Nogueira: 28,77%, seguido por Pedro Kemp com 16,92% e logo após Marquinhos Trad com 14,31%.

A pesquisa

A pesquisa eleitoral foi contratada pelo jornal Correio do Estado e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MS-05221/2020.

A margem de erro é de 3,8 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando-se um nível de confiança de 95%.

Foram ouvidos 650 eleitores com idade igual e superior a 16 anos entre os dias 21 e 23 de outubro.

Comentários