Neste período, famílias passaram a cozinhar mais em casa Sub-titulo da matéria

26/05/2020 10h30
Por:Ascom

Durante o período de quarentena, em que boa parte dos brasileiros passou a exercer o isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, foram identificadas mudanças nos hábitos dos consumidores. Os latino-americanos, incluindo 50% das famílias brasileiras, passaram a comprar mais produtos básicos para cozinhar em casa, como arroz, feijão, farinha, além de frutas, verduras e legumes. Os dados são da Nielsen Brasil, que registrou, aumento de 22% no número de itens no carrinho de compras na última semana de março.

Segundo o presidente da Abrasel/MS (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Juliano Wertheimer, a chegada do coronavírus na Capital ocasionou queda de até 70% no movimento dos estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar. “Muitas pessoas passaram a fazer o chamado ‘home office’, trabalhando em casa, e isso as estimularam a cozinhar mais em casa. E houve pessoas que não atuavam no ramo da alimentação, mas que por conta do desemprego passaram a cozinhar em casa para vender nas plataformas de delivery”, acrescenta.

O gerente regional do Fort Atacadista em Mato Grosso do Sul, Aguimar Santana, explica que os clientes têm procurado por mais itens para preparações caseiras, bem como pelo setor de hortifruti. O Açougue Carne Fresca também é uma opção, apresentando mais de 40 opções de cortes, sendo exclusividade das unidades do Parati e do Fort Atacadista do Coronel Antonino. “Houve, ainda, aumento na procura por produtos de limpeza, como álcool gel, o que demonstra a preocupação das famílias em se prevenirem, mantendo a higienização da casa em dia”, explica.

Com sete unidades em Mato Grosso do Sul, o Fort Atacadista opera seguindo todas as recomendações de higienização dos órgãos oficiais, como marcações de distanciamento nas filas, uso de máscaras, limpeza frequente de carrinhos e disponibilidade de álcool gel. Além disso, foram colocados painéis de acrílico para aumentar a proteção entre funcionários e clientes.

Facilidade – O atacarejo anunciou nesta semana que passou a aceitar o cartão do auxílio emergencial como forma de pagamento das compras. A novidade foi implementada em todas as lojas do Brasil. Em Campo Grande, a rede conta com 7 lojas. O objetivo é ajudar a reduzir o número de pessoas nas filas de agências bancárias e lotéricas. Para efetuar o pagamento, o cliente precisa apenas baixar o aplicativo CAIXA Tem, gerar um código e apresentar diretamente para o operador de caixa, quando finalizar o pagamento.

O horário de funcionamento em todas as lojas, é de segunda a sábado das 7h às 22h, e aos domingos das 8h às 20h.

Divulgação

Comentários