Operações conduzidas pela PF.(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ações ocorrem em cinco estados, com Campo Grande e Dourados na mira dos agentes

Na manhã desta quarta-feira (24) a PF (Polícia Federal) deflagra duas operações simultaneamente, com foco no combate ao tráfico internacional de drogas. Vários mandados de prisão, busca e apreensão estão sendo cumpridos nas ações intituladas de ‘Canis’ e ‘Urano’.

Operação Canis realiza investigações desde 2019, após abordagem de um dos líderes da organização criminosa na fronteira de Corumbá com a Bolívia em um posto de imigração de onde o suspeito teria conseguido fugir. No decorrer das atividades investigativas houve a confirmação do envolvimento com o tráfico internacional utilizando aeronaves.

Os desdobramentos também resultaram em apreensões vultuosas de entorpecentes em aeronaves na região de fronteira com a Bolívia.

As equipes cumprem mandados em Campo Grande, Dourados, Atibaia (SP), Bento Gonçalves (RS) e Foz do Iguaçu (PR). Entre eles de prisão, nove de busca e apreensão, além de execução de sequestro de imóvel de luxo, aeronaves e veículos.

Já a operação Urano investiga também crime de tráfico de drogas com sede na cidade Amambai em Mato Grosso do Sul. Já foram realizadas apreensões de entorpecentes em Naviraí.

As ações contam com auxílio do Núcleo de Pesquisa e Investigação da Receita Federal do MS, que cruzaram informações fiscais com dados bancários que possibilitaram a descoberta de participação de várias pessoas e empresas atuantes na lavagem do dinheiro ilícito.

“Urano” realiza hoje mais nove mandados de busca e apreensão em um de prisão na Capital e outro em Goiânia (GO).

Sobre as operações

Canis aureus é o nome científico do chacal, animal que apelidava o principal alvo da operação, o qual já fora investigado e preso em operações anteriores, todas relacionadas ao tráfico de entorpecentes. Já Urano, remete ao nome do principal investigado.

Comentários