Militares trabalham para coibir o tráfico de drogas (Foto: PM)

Foram apreendidas maconha, cocaína, haxixe, pasta base e cigarros

O 3º Batalhão da Polícia Militar (3ºBPM), com apoio da Agencia Local de Inteligência, tirou de circulação aproximadamente 1.350 quilos de drogas nos dois primeiros meses do ano de 2021. O volume de apreensões é recorde e causou um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões aos narcotraficantes locais e da fronteira com o Paraguai.

As ações desenvolvidas pela Força Tática, Grupo Especial Tático de Motos (GETAM) e Grupo de Operações com Cães (GOC), com ajuda de informações precisas da Agência Local de Inteligência (ALI), desmantelaram ações de traficantes na região de Dourados e ainda retiraram grande quantidade de drogas de circulação no início deste ano.

Ao todo foram apreendidos 1.345 quilos de maconha, 3,8 quilos de haxixe, 70 gramas de cocaína, 25 gramas de pasta base de cocaína, além de 150 pacotes de cigarros.

A PM ressalta que a repressão ao narcotráfico, bem como desarticulação dos pontos de vendas e distribuição de drogas na cidade, reflete na redução de índices criminais como os de roubo, furto e homicídio, crimes estes que são “intimamente” ligados ao narcotráfico de drogas na fronteira.

A Policia Militar conta com a ajuda da comunidade através de denuncias que podem ser feitas de forma anônima pelo número emergencial 190 e ainda, pelo disque denúncia 0800-647-6300, além das mídias sociais @3bpmddos no Instagram e a Fanpage 3bpmdourados do Facebook.

Comentários