A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Dourados autuou neste domingo (2) um idoso de 72 anos por desmatamento e exploração ilegal de madeira em sua fazenda.

Os policiais militares verificaram que o infrator desmatou um capão de 1,2 hectare em meio a uma área de lavoura, com o objetivo de aumentar a área plantada sem autorização ambiental.

O idoso não informou o que foi feito com a madeira proveniente da vegetação desmatada, porém, havia vestígios de raízes nas proximidades de solo revolvido em vários pontos.

De acordo com a PMA, há possibilidade que o infrator tenha enterrado a madeira ou explorou o material lenhoso e retirou do local.

O fazendeiro foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.000,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Comentários