Foto: divulgação PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) atendeu denuncia e acabou logrando êxito em fechar uma carvoaria sem licença ambiental em Bataguassu, região Leste de Mato Grosso do Sul. Os policiais receberam o fato na tarde desta quarta-feira (12), via moradores de um condomínio, localizado à BR 267, no município, a 20 km do centro urbano da cidade. Eles apontaram que haveria uma carvoaria que funcionava nas imediações do condomínio, que produzia muita fumaça prejudicando todos os condôminos.

Assim, conforme assessoria da PMA, uma equipe foi ao local e verificou que a carvoaria, apesar de ter ‘caseira’ e ter apenas um forno, funcionava de forma ilegal. “A atividade pertencente ao proprietário de um sítio não possuía licença ambiental para funcionar e a madeira transformada em carvão era proveniente de madeira da espécie eucalipto plantada por ele no sítio. A atividade foi paralisada com ação da PMA”, registrou o ten.cel Ednilson Paulino Queiroz.

Queiroz ainda relata que o infrator, um senhor de 64, é residente no sítio, mas devido a irregularidade foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 500,00. “É por funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental. A pena para esse crime é de três a seis meses de detenção”, disse o ten.coronel.

Comentários