Foto: divulgação PMA-MS

A PMA-MS (Polícia Militar Ambiental de MS) prendeu nesta quinta-feira (7) e multou um empreiteiro usando equipamento ilegal em exploração de madeira no pequeno município de Corguinho, a 98 km de Campo Grande. A ação foi policiais ambientais de Rio Negro, que realizaram fiscalização em uma chácara de loteamento para ranchos pesqueiros, localizada a aproximadamente 6 km do cnetro urbano do município, que fica próxima da Capital. No local localizaram uma retirada de madeira com uso de motosserra ilegal, que faz grande estrago ambiental e com mais rapidez na derrubada de árvores..

A equipe Policial verificou que o loteamento estava paralisado desde 25 de junho por infração ambiental, devido à falta de licença ambiental. O infrator fora contratado e estava explorando madeira, para o proprietário do lote, apesar do embrago. Os Policiais verificaram ainda, que o empreiteiro utilizava na atividade uma motosserra ilegal, sem o Documento de Porte e Uso (LPU).

O infrator, era um homem de 51 anos, residente ainda em Terenos, que recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Rochedo, por uso de motosserra ilegal e pela exploração ilegal de madeira, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.

O empreiteiro também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.000,00. O proprietário do lote não foi localizado, mas também será autuado pela exploração ilegal da madeira e pelo descumprimento de embargo e responderá pelo crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Comentários