Form fiscalizados 11 embarcações e 42 pescadores amadores

03/05/2020 14h34
Por: Redação

A Polícia Militar Ambiental (PMA) realizou ontem e hoje (3), fiscalização preventiva à pesca predatória nos rios Amambai, Verde e afluentes, nos municípios de Ponta Porã e Amambai. Foram abordadas 11 embarcações e 42 pescadores amadores embarcados e desembarcados e todos pescavam respeitando a legislação.

Durante os trabalhos os policiais militares ambientais retiraram 17 anzóis de galho – petrechos proibidos – que estavam amarrados em árvores às margens dos rios, além de cinco redes de pesca, medindo 200 metros que estavam armadas. Aproximadamente quatro quilos de pescado, que estavam vivos e presos aos petrechos ilegais foram soltos. Os infratores não foram localizados.

Se identificados, os pescadores que armaram os petrechos ilegais responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Serão também multados administrativamente em valor de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Segundo a PMA, a fiscalização preventiva continuará nos rios do Estado. “É fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente, com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura”, frisou nota.

PMA retira redes e anzóis de galho nos rios Amambai e Verde

Comentários