22.8 C
Campo Grande
quarta-feira, 22 de maio, 2024
spot_img

PMR prende jovem em estrada na fronteira de MS com 1,2 ton de droga em veículo roubado

A PMR-MS (Policia Militar Rodoviária de MS), mirou um e acertou três crimes em fiscalização na rodovia MS 386, no município de Amambai, fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Uma equipe do TOR (Tático Operacional Rodoviário) da PMRv, prendeu na manhã desta quarta-feira (10), homem jovem que não teve nome revelado, fazendo transporte de drogas, que iria para São Paulo, e ainda, em um veículo com registro de roubo.

Veja abaixo, vídeo que mostra o veículo lotado com o entorpecente, que conforme a PMR, foi pego pelos PMs que realizavam fiscalização de trânsito pela MS 386, no inicio desta manhã. “Por volta das 7h20min, quando deram ordem de parada a um veículo Toro, o condutor de 23 anos, não obedeceu, sendo necessário acompanhamento tático/perseguição para abordagem e assim descoberta do produto em Maconha”, registrou a PMR.

Segundo a equipe da PMR, com a parada foi realizado abordagem ao veículo e o motorista confessou que no interior da carroceria havia vários tabletes de substância análoga à maconha, que posteriormente, totalizaram 1.215 kg do entorpecente.

A PMR apontou ainda que “em ato contínuo, os policiais realizaram a identificação veicular e verificaram que havia duas placas diferentes afixadas e divergiam de outros sinais identificadores do veículo, e que após checagem, constataram um registro de boletim de furto/roubo”.

Terceiro crime – várias placas

O jovem ainda teve um terceiro crime, de falsificação, que será lhe imputado, além do trafico de drogas e roubo ou receptação, devido estar no carro roubado. “No interior do veículo foram localizadas mais placas falsas, que iriam ser trocadas no deslocamento para burlar a fiscalização policial”, registrou a PMR.

Aos policiais, o jovem de 23 anos, informou que receberia 15 mil reais para fazer o transporte do entorpecente até o estado de São Paulo. Diante dos fatos, autor, veículo e entorpecente foram encaminhados à delegacia. O prejuízo ao crime foi estimado em R$ 2.540.000,00.

Fale com a Redação