Homem aplicando Botox (Foto: ilustrativa não corresponde ao fato)

O empresário Paulo Roberto Hans, 65 anos, foi a óbito nesta sexta-feira (5), após sair de hospital onde havia realizado uma cirurgia plástica. Conforme registro policial, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa, onde tinha acabado de chegar, após saída da cirurgia realizada em um hospital particular de Campo Grande.

A morte foi registrada em boletim de ocorrência pela família, pois a vítima morreu um dia após o procedimento. Agora, as consequências ficaram caso de polícia, que investigará relação do procedimento e pratica do hospital na Capital.

De acordo com o B.O, Hans foi ao hospital às 13 horas de quarta-feira (4) e fez o procedimento estético no rosto. Lá, após a cirurgia o empresário foi para o apartamento e ficou internado até o início da tarde de ontem, quando teve alta médica. Ao chegar em casa, Paulo teria dito que estava com tontura e sofreu a parada cardiorrespiratória.

Com o mau súbito ou pela liberação, ele entrou no registro ataque e o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionado e ainda tentou reanimação por 35 minutos, mas sem sucesso.

Erro médico

Com a suspeita de consequência do Pós operatório, em passível ou possível erro médico na liberação do paciente, já considerado na entrada da faixa etária de idoso, a família quer saber sobre o fato.

Assim, o caso foi registrado por familiar da vítima na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol como morte a esclarecer.

Comentários