02/05/2020 06h35
Por: Redação

A polícia paraguaia em Pedro Juan Caballero prendeu ontem (1º) Waldemar Pereira Rivas, conhecido como ‘Cachorrão’, apontado como mandante e um dos dos executores do jornalista Léo Veras, morto na noite do dia 12 de fevereiro deste ano.

Segundo o site ABC Color, policiais 7ª Delegacia do Bairro Jardín Autora estavam realizando abordagens preventivas, quando Waldemar acabou batendo o veículo que conduzia, um Kia Picanto vermelho, na traseira de outro carro que estava parado na fiscalização.

Os policiais reconheceram o homem como suspeito de ter mandado matar o jornalista e acabou detido.

Ainda de acordo com o site paraguaio, Waldemar tem uma extensa ficha criminal e já vinha sendo investigado pela participação no assassinato do jornalista. Segundo informações apuradas, ele teria ameaçado Léo Veras pelas coberturas que vinha fazendo.

Execução

O jornalista Leo Vera estavam em casa com a família quando pelo menos três pistoleiros chegaram no local e atiraram contra ele. Léo ainda tentou fugir dos assassinos, mas foi alcançado e morto com vários tiros.

Cachorrão foi preso em bairro de Pedro Juan.Caballero. Gilberto Ruiz Díaz

Comentários