23.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

Poliomielite: vacina injetável ou de gotinha? Entenda a diferença para ir a campanha que inicia nesta segunda-feira

A campanha nacional de vacinação contra a Poliomielite se inicia nesta segunda-feira (27), em todo o Brasil. O Enfoque MS vem noticiando a respeito deste sábado (25), quando já apontou que a Campanha contra pólio tem meta de vacinar mais de 62 mil crianças em Campo Grande e que a vacina espera atingir 10 mil crianças em Dourados. ante as gotinhas da poliomielite que eram símbolo da imunização em crianças de todo o país.

Veja abaixo, uma explicação que este símbolo da ‘gota’, está ou pode estar totalmente sendo substituído gradualmente pela versão injetável, segundo o Ministério da Saúde. Assim, a população entre responsáveis pelas crianças, devem ir sabendo que já nesta campanha, poderá ser feito a mudança.

Conforme a prefeitura da Capital, nas unidades de saúde municipal, é possível encontrar as duas versões do imunizante. A vacina injetável é aplicada em 3 doses em bebês aos 2, 4 e 6 meses de idade e recomendada para uma dose de reforço, aos 15 meses de vida. Para todas as outras idades, entre um e 4 anos, vale a vacina em gotas.

VOP x VIP

A vacina injetável ou intramuscular é conhecida pela sigla VIP e é a versão inativada do vírus da pólio, o vírus “morto”, enquanto a vacina em gotinhas é representada pelas VOP ou vacina oral poliomielite, e contém o vírus atenuado, ou seja, ainda “vivo”, porém enfraquecido.

Países de todo o mundo vem substituindo a vacina oral pela intramuscular que é considerada bem mais eficaz, ainda mais no Brasil que não tem atingido a cobertura vacinal esperada (95%). O país também recebeu em 2023 o alerta de classificação de alto risco de reintrodução do vírus.

A superintende de vigilância em saúde, da Sesau, Veruska Lahdo, alerta “aqui no Brasil, a gente tem livre acesso, e as pessoas vêm até o Brasil e vão para outros países e correm o risco de trazer novamente essa doença”.

Índices de Vacinação

Campo Grande espera vacinar 62.682 crianças de um a 4 anos de idade com as gotinhas, já os bebês menores de um ano devem ser imunizados com a vacina injetável. Em 2023, o Brasil não realizou uma campanha nacional de vacinação contra a pólio como faz agora em 2024 (de 27 de maio a 14 de junho), e ao longo do ano vacinou 85,72%.

“As vacinas estão disponíveis nas 74 unidades de saúde de Campo Grande. A gente lembra que tem 47 unidades com horário estendido, também, para facilitar o acesso dos pais”, conclui Veruska.

Fale com a Redação