A pergunta é corriqueira e muitas vezes é este o desafio e frustração de muitos que apostam na academia para derreter quilos extras e não conseguem os resultados esperados mesmo com a prática de atividade física diariamente.

O professor do Sesc Camillo Boni, Carlos Kokubum, observa que, antes de qualquer outro ponto que influencie no processo de emagrecimento, é preciso avaliar a qualidade do treinamento.

“Treinar horas, sem orientação, é basicamente inútil. O corpo não vai ter uma resposta melhor nem ter resultados mais rápidos com o excesso de treino, e sim com a qualidade do exercício. Outro ponto significativo, é o déficit calórico, que nada mais é que, gastar mais e ingerir menos calorias”.

Além disso, ele observa não é durante os treinos que os músculos vão se recuperar e crescer. “É durante o sono que o organismo tem requisitos suficientes para se recuperar. Descansar entre séries e garantir boas horas de sono são hábitos primordiais para a melhor resposta metabólica e hormonal, evitando o catabolismo, como a diminuição da testosterona e o GH”.

*Carlos Kokubum é Professor do Sesc Camillo Boni. Graduado em Educação Física. CREF 0019-G/MS. Tem certificação em Core 360°. Certificação Internacional em Avaliação Física. Certificação em LPO e  Certificação em Funcional Circuit.

Comentários