O ano de 2021 na Câmara de Vereadores de Campo Grande foi marcado pela volta das audiências públicas presenciais, de portas abertas à população, após quase 20 meses de pandemia Covid 19 complicada, onde o Legilstavio, devido a situação, paralisou todas as ações com público na na Casa de Leis. Mas, com portas novamente abertas, a Câmara se abriu à sociedade com a ‘Palavra Livre’, durante o ano, mesmo nas sessões virtuais, e, aconteceram 34 audiências públicas realizadas entre julho a dezembro deste ano.

Conforme balanço da Casa, ao todo, foram realizadas 34 audiências públicas, que discutiram questões relacionadas ao transporte coletivo, HIV/AIDS, empregabilidade para Pessoas com Deficiência, Mobilidade Urbana em Campo Grande, Campo Grande Sem Drogas, Livros Regionais no Ensino Escolar, Pandemia de Obesidade, Outubro Rosa, Centro de Belas Artes, Prevenção ao Suicídio, além de prestações de contas do Executivo e da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), combate ao capacitismo, reforma administrativa, bem estar animal, dignidade menstrual, idoso asilados, microcrédito popular, novo Prodes, reestruturação da Previdência Municipal, Projeto Reviva Centro, exploração infantil e volta às aulas presenciais.

Além disso, a Casa ainda realizou lives periódicas da Comissão Permanente de Saúde, às quartas-feiras, para discutir assuntos relacionados a pandemia de covid-19. Os debates também contaram com a participação de autoridades e especialistas em saúde. A Comissão é composta pelos vereadores Dr. Sandro Benites (presidente), Dr. Victor Rocha (vice), Dr. Jamal, Dr. Loester e Tabosa.

Tribuna com a ‘Palavra Livre’

Portas novamente abertas faz Câmara se abrir à sociedade com 'Palavra Livre' e audiências públicas

Durante o ano de 2021, 37 representantes da sociedade civil usaram a Tribuna, durante as sessões ordinárias, da Câmara de Vereadores, para tratar de temas importantes para o município. 

O uso da Tribuna durante a Palavra Livre, marcou a abertura da Casa de Leis para a participação popular e tem como objetivo dar voz à população, que chama atenção do Legislativo para assuntos de relevância municipal.

Foram discutidos temas de relevância para a comunidade, como acessibilidade, educação, saúde, infraestrutura e cultura.

Comentários