O plantio ocorreu após aprovar projeto de arborização criado por estudante

Nesta manhã de sábado (23), 40 mudas, dentre elas de pitanga, acerola, romã, nêspera, amora, ipê amarelo, ipê branco, ipê roxo, jacarandá, pata de vaca e aroeira pimenteira, oriundas do Viveiro Municipal Flora do Cerrado, foram plantadas na Praça do Ceguinho. A partir de um projeto apresentado pelo estudante Arthur Thill Maciel Silva, de 16 anos, que procurou a Prefeitura, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) e por meio Gerência de Fiscalização de Arborização e Áreas Verdes (GFAV), para solicitar apoio com o objetivo da revitalização desta praça e de outras áreas que estejam com baixa densidade arbórea em Campo Grande.

Praça com baixa densidade arbórea recebe plantio de mudas na Capital

Após a proposta apresentada e aprovada pela Semadur, foi escolhido este sábado para a realização do primeiro plantio de mudas, na Praça do Ceguinho, localizada na Rua Dr. Arlindo de Andrade, nº 402, Bairro Amambaí.

“O plantio eu vejo como forma de criar uma consciência ambiental e para as próximas gerações, além de trazer uma qualidade de vida para os moradores do entorno. Além de tentar inserir a comunidade local em ações ambientais. O meu desejo é que esse projeto possa alcançar outras regiões da cidade”, destacou Arthur , estudante do segundo ano do ensino médio.

O gerente de Fiscalização da Arborização e Áreas Verdes da Semadur, Orsival Simões Júnior, acompanhou o plantio e enfatizou a importância da comunidade local em apoiar tais ações. “É papel do Município zelar pelas árvores, incentivar ações de plantio e realizar o manejo. No entanto, necessitamos do apoio da população e  do cuidado com as árvores para que essas ações tenham êxito”, afirmou.

A atividade de plantio contou com a participação da comunidade que reside no entorno da Praça.

Comentários