19.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

MEC abre prazo para participante justificar ausência no Encceja

Participante que não compareceu ao Exame em 2022 deve justificar, caso deseje se inscrever na edição de 2023 gratuitamente. O procedimento será realizado pelo Sistema Encceja

Aqueles que não realizaram as provas de todas as áreas do conhecimento em que se inscreveram no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2022 deverão justificar a ausência, a partir desta segunda-feira (3), caso desejem participar da edição de 2023 gratuitamente.

De acordo com Ministério da Educação (MEC), o prazo para fazer, por meio do sistema do Exame, vai até o dia 14 de abril, conforme previsto no Edital do Encceja 2023. O participante que não justificar ou tiver a solicitação reprovada deverá ressarcir ao Inep o valor de R$ 40.

O pedido deve ser acompanhado de documentos comprobatórios (datados e assinados), de acordo com as exigências previstas no edital. O Inep, então, analisará a documentação e divulgará o resultado das solicitações, no Sistema Encceja, a partir do dia 24 de abril. O período para recursos começará nessa mesma data. Já as inscrições terão início no dia 22 de maio. Vale destacar que a aprovação da justificativa de ausência não significa que a inscrição para o Encceja 2023 já tenha sido realizada.

As provas avaliam competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou extraescolar. Com isso, o Exame estabelece uma referência nacional para a avaliação de jovens e adultos, tendo, assim, uma relevância multidimensional para a educação brasileira. As secretarias de Educação e os institutos federais utilizam os resultados como parâmetro para certificar os participantes em nível de conclusão do ensino fundamental e médio.

O Encceja também serve de baliza à implementação de procedimentos e políticas para a melhoria da qualidade na oferta da educação de jovens e adultos, além de viabilizar o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre o sistema educacional brasileiro.

Encceja

Realizado pelo Inep desde 2002, em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de Educação, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) possibilita a retomada da trajetória escolar. A participação é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade apropriada. No caso do Encceja PPL, o nível de dificuldade é o mesmo do regular. A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas, em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Fale com a Redação