Prefeitura de Dourados. (Foto/Divulgação)

O procurador-Geral do município de Dourados, Paulo César Nunes da Silva, declarou no inicio da tarde desta segunda-feira (31), que um novo decreto ou adequações ou detalhamento sobre o decreto do Lockdown, que está em vigor desde ontem (30), na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, a 250 km de Campo Grande. O representante jurídico do Município apontou que será divulgado ainda hoje pela prefeitura novo documento para esclarecer algumas situações que ficaram ‘omissas’ na publicação anterior, editado na sexta-feira (29).

Conforme adiantou, a nova medida atingirá o transporte público coletivo, trabalhos domésticos e também serviços contábeis no município. “Estaremos publicando para adequar algumas situações que ficaram omissas e submetidas a avaliação no e-mail do Comitê Extraordinário da Covid-19 [criado através do Decreto 400, de 28 de maio]”, disse o procurador.

A circulação de trabalhadores nas áreas domésticas e de diaristas para atender profissionais de saúde e segurança pública estão autorizados, desde que portem uma declaração por escrito comprovando a prestação de serviço. E também, voltam os serviços de contabilidade. “Serão autorizados a funcionar, excepcionalmente, devido ao período final da declaração de Imposto de Renda – com prazo terminando hoje”, explicou Paulo César.

O procurador também já adiantou que sobre o transporte público coletivo, que deverá atender até 50% dos passageiros nas respectivas linhas por veículo, mas que terão que manter as pessoas sentadas. Outro ponto diz respeito a atividades físicas amadoras. No decreto inicial tratava da proibição das atividades coletivas, que se estenderá também às individuais. 

Fechamento por duas semanas

Em Dourados, o Lockdown teve início neste domingo (30) e segue até 12 de junho. A medida se faz pelos crescentes números de mortes e casos positivos do coronavírus. Só no final de semana, a maior e mais populosa cidade do interior sul-mato-grossense somou 25 mortes e mais de 600 pessoas infectadas pela Covid. 

Nesta segunda-feira, conforme apurado pelo site Dourados News, 61 pacientes aguardam na fila de espera por leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). 

Comentários