22.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 12 de abril, 2024
spot_img

Prefeitura mantém 25 equipes com plantões aos fins de semana para fazer a manutenção da iluminação pública

Com 25 equipes trabalhando diuturnamente e com escalas de plantões aos fins de semana e feriados, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) está empenhada em fazer a substituição total das lâmpadas tradicionais pelas de Led, mais eficientes, econômicas e sustentáveis. Só em 2023, foram instaladas 14.225 luminárias de Led nas ruas, avenidas, praças e espaços esportivos.

“Entre as prioridades da Prefeitura está a substituição das lâmpadas da iluminação pública de Campo Grande pelas de Led, pelos vários benefícios que ela proporciona. Isso representa não só economia, mas também melhoria da qualidade de vida e de segurança à população, tanto na questão da criminalidade como de mobilidade”, afirma Marcelo Miglioli, secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos.

O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento), em seu portal, cita vários benefícios das lâmpadas de led, entre eles a eficiência energética pelo fato de produzir mais luz (lúmens) por watt consumido, levando à economia de energia – de 50% a 80% – quando comparado a tecnologias tradicionais, resultando na redução de custo e de emissão de carbono. Nas lâmpadas incandescentes, mais de 90% da energia elétrica é desperdiçada em forma de calor (radiação infravermelha). Além disso, as lâmpadas de Led oferecem segurança e visibilidade superior nos ambientes, bem como reduzem a poluição visual. O tempo de vida das luminárias de Led é estimado em até cem mil horas uso, o que gera uma durabilidade maior.

Além das trocas de luminárias, a Prefeitura faz a manutenção frequente do sistema de iluminação pública e atende solicitações feita pelos moradores pelos canais 156 e Fala CG. Somente em 2023 foram 72.944 atendimentos.

São serviços como a troca de lâmpadas e reposição de fios furtados, um problema frequente na Capital e que para combatê-lo tem sido realizadas operações periódicas. A última ação foi na quinta-feira (29) com a Operação Ferro Velho, quando foram apreendidos 480 quilos de fios de cobre sem origem comprovada. Participaram da Operação auditores fiscais da Vigilância em Saúde Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Guarda Civil Metropolitana (GCM), polícias Militar e Civil, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana.

Para inibir os furtos que eram recorrentes na Avenida José Barbosa Rodrigues, que liga a Avenida Euler de Azevedo à Avenida Duque de Caxias, a Sisep também fez a troca de aproximadamente 50 postes ornamentais (feitas de ferros) pelos tradicionais de concreto e a fiação, que antes era subterrânea, agora é aérea.

Fale com a Redação