Estação das flores está chegando, vem aí a Primavera. (Foto: Evelyn Thamaris)

A estação mais bela do ano se aproxima, a Primavera, conhecida pelo colorido de suas flores inicia em Mato Grosso do Sul no meio da próxima semana, mais precisamente no dia 22 de setembro às 15h21 de quinta-feira.

Neste ano de 2021 a estação das flores virá com chuvas escassas na maior parte dos municípios sul-mato-grossenses, com temperaturas elevadas podendo ultrapassar os 40°C, principalmente na região do Pantanal onde os termômetros já costumas registras grande amplitude térmica.

Segundo a previsão de Natálio Abrahão, meteorologista da estação da Uniderp, é na estação da Primavera que se inicia o ciclo das chuvas. Geralmente, isoladas e associadas a oscilações das temperaturas máximas e isso, em todo o Estado. Entretanto serão irregulares, mal distribuídas e possíveis geradoras de transtornos a pessoas e edificações. Já nas regiões Central, Sul, Sudoeste e Sudeste serão mais frequentes as chuvas mais fortes com grande volume e em pouco tempo, principalmente a tarde.

Outro fato exposto pelo especialista é o período de transição entre o irregular, quente e seco Inverno, que passou para uma estação mais chuvosa no decorrer do semestre, sendo assim pancadas de chuva rápidas, trovoadas, raios e rajadas de ventos intensos devem ocorrer nas tardes e início da noite favorecendo as enchentes. A presença de granizo será normal, fenômeno associado a essas trovoadas.

Temperaturas

Em Setembro a primeira frente fria mais leve deve atingir o sul do MS entre os dias 27 e 28 com muitas nuvens e pancadas de chuvas isoladas e ventos acima dos 50kmh.

As Temperaturas não devem apresentar episódios de frio que necessitem proteção de agasalhos pelo menos até o começo do Outono, ano que vem.

De forma generalizada, as temperaturas máximas devem ficar acima da média  esperada, em todo o estado.

Em alguns locais, as temperaturas máximas devem  ultrapassar os 39 graus especialmente as regiões Leste e Oeste do estado podem apresentar máximas acima de 41 graus diversas vezes.

Na Primavera, as temperaturas vão aumentar mais ainda em frequência e intensidade, (mais dias com altas temperaturas, subindo muito!) nas Regiões Norte, Nordeste, Oeste e Leste.

No Norte do estado, as temperaturas máximas já estão em valores elevados, acima dos 37 graus e podem atingir valores acima dos 41 graus, ainda em função da forte radiação solar e da incidência vertical dos raios solares.

Isto implica em atenção devido aos raios UV (ultravioleta) atingirem limites extremos por vários dias.

Distribuição das Chuvas

Em relação às chuvas, no extremo Sul, Sudoeste e Sudeste, as precipitações serão mais frequentes, aumentando os volumes que estará abaixo da média, no decorrer do mês.

Os valores vão aumentando gradualmente. Em Setembro a região Oeste não deve atingir as médias de chuvas ficando até 30% abaixo do esperado.

O período mais chuvoso deve iniciar-se com mais regularidade em Outubro com chuvas e trovoadas e as frentes frias mais frequentes adentrando pelo sul do Estado.

A região Oeste entre Corumbá, Miranda, Ladário e Porto Murtinho, além da região Nordeste e Leste entre Cassilândia, Paranaíba, Três Lagoas e Água Clara, deverão continuar sem chuvas.

Os modelos indicam no decorrer da Primavera, a tendência de continuar a escassez de chuva em todas as regiões, inclusive com possíveis estiagens.

O extremo Sul e parte do Sudeste entre Naviraí, Amambai, Sete quedas, Mundo Novo e Ponta Porã podem ter falta de chuva abaixo da média com prejuízos para a safra de verão.

Focos de Queimadas

O pantanal  encontra-se, atualmente com inúmeros focos de queimadas em comparação ao ano passado.

O sistema de alta pressão que caracteriza a massa de ar quente perdeu força nesta última semana de inverno, principalmente no Mato Grosso do Sul e Mato Grosso enfraquecendo o ar seco e quente, reduzindo os focos de calor.

Estes eventos deixam de ser ativos com a entrada de uma forte frente fria com muita umidade e nuvens, capaz de vencer o bloqueio atmosférico no estado. Os reservatórios dos recursos hídricos e as queimadas devem ter atenção que  seguem em níveis fortemente críticos no decorrer da estação.

Não se esperam reposições de níveis das bacias que compõem o estado de MS neste ano.

A previsão é que em Setembro as chuvas fiquem próximas das medias de 78mm. Apesar das frentes frias  que chegarão ao Estado, é provável que feche o mês faltando chuvas.

Alerta

Os modelos apresentam grande probabilidade para veranicos (falta de chuvas) no meio dos meses de Outubro e começo ao meio de Dezembro em Campo Grande e no Leste e Sudeste além do Sudoeste e Sul do estado.

Raios – Começo de novembro e meados de dezembro, aumento no número de raios e descargas elétricas a noite devido à grande quantidade de partículas de queimadas ocorridas no inverno e que podem potencializar as nuvens de trovoadas. Alerta para excessivas descargas elétricas no Sul, Sudoeste e Central do Estado.

Comentários