16/04/2020 16h14
Por: Redação

Procon estadual interdita pet shop na Cidade Jardim, na Capital, por diversas irregularidades, dentre exposição de animais sem documentos de comprovação de origem a ausência de médico veterinário. “As irregularidades se acumulavam de tal maneira que não houve outra saída que não fosse a interdição do estabelecimento e o recolhimentos dos animais que ali estavam e o seu encaminhamento para fiéis depositários”, afirmou nota do órgão à imprensa.

Segundo o Procon, a ação ocorreu após averiguação de documentação protocolada junto ao cartório do órgão fiscalizador, tendo a equipe flagrado,d entre as irregularidades, a ausência de contrato com profissional – médico veterinário – responsável pelo local, documentos que comprovasse a origem dos animais expostos à venda, não observação de exigências do Conselho Regional de Medicina Veterinária e da Secretaria de Saúde, inexistência de documento que pudesse garantir a imunização e desverminação e isenção de zoonoses.

As atividades detectadas no local são privativas de médico veterinário, afirmou o Procon.

O órgão frisou que o fator determinante para a interdição foi a constatação da ausência de médico veterinário, o que tornou impossível garantir saúde para os animais.

Na ocasião foram recolhidos sete animais da raça canina entre filhotes de poodle toy e spitz alemão com idades entre cinco e dez meses.

Procon estadual interdita pet shop por irregularidades

Comentários