Método italiano, aplicativos, planners e até música podem ajudar na missão 

Passar em um bom concurso ou finalmente conseguir aquela vaga na faculdade dos sonhos é o plano para muita gente nesse primeiro semestre. Mas, com a possibilidade apenas de aulas remotas, aprender a estudar em casa pode ser um grande desafio.

Manter o foco e a concentração em meio ao ambiente doméstico exige determinação extra. Mas, existem algumas técnicas que podem ajudar nessa missão. É o que garante o professor Guilherme Vargas que, desde 2015, dá aulas de Química pelo seu canal na Internet, o Química em Foco. “Grande parte dos meus alunos estudam sozinhos em casa e, além do conteúdo de química, sempre ensino a eles algumas técnicas que podem ajudá-los a organizar a rotina de estudos, sem perder a atenção”, conta.

Confira algumas técnicas que Guilherme compartilha com seus alunos:

  1. Método Pomodoro: essa é uma técnica que estabelece cinco minutos de relaxamento para cada 25 minutos seguidos de trabalho ou estudo. Para te ajudar na contagem e também a manter o foco, você pode usar o despertador do celular ou até mesmo aplicativos especiais. Se você tem uma Alexa, ela também pode te ajudar, basta ativar a Skill e ela te auxilia a monitorar esse tempo. O método Pomodoro foi desenvolvido na década de 1980 e hoje é sucesso entre os estudantes.
  1. Zere as distrações: se você não resiste em dar aquela olhadinha no celular e acaba dispersando nas redes sociais, saiba que existem aplicativos que podem te ajudar a bloquear todas as notificações e alguns aplicativos durante um período de tempo determinado. Os smartphones com sistemas mais atualizados têm um modo especial chamado “Modo de Foco”, especial para isso.
  1. Escute músicas que te ajudem a focar: existem alguns estudos que comprovam que nem sempre a ausência de ruído é a melhor maneira de manter o foco e que a música certa pode te ajudar a concentrar ainda mais. A dica é procurar no Spotify ou outro serviço de streaming de músicas listas com o tema Foco e Concentração.
  1. Organização: divida seu estudo em horários e metas, respeitando seu ritmo e tempo. Isso pode servir como estímulo para cumprir suas atividades. Você pode usar uma agenda, um planner e até um bullet journal. Existem apps de organização como o Trello, por exemplo, que podem ajudar muito também. 

Para o professor Guilherme Vargas que, desde 2015, resolveu extrapolar o limite físico da sala de aula e iniciou o canal “Química em Foco”, no YouTube, estudar em casa pode ser a chave para o sucesso para muitas pessoas. Por meio do seu canal e sua plataforma de aulas online, ele leva a alunos Brasil (e mundo) agora sobre Química, sempre pensando nos conhecimentos curriculares e com foco no ENEM e vestibulares. O canal, que tem pouco mais de 5 anos, tem mais de 255 mil inscritos. “Uso uma linguagem simples, próxima dos alunos, para que eles aprendam de verdade e entendam que Química pode ser muito mais fácil e divertido do que eles imaginam”, explica.

Comentários