24 C
Campo Grande
terça-feira, 25 de junho, 2024
spot_img

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

O projeto Aprender Mais na Reme encerrou nesta segunda-feira (27) com cinco mil alunos alfabetizados, das 99 escolas de Ensino Fundamental de Campo Grande. A culminância aconteceu no Cefor (Centro de Formação Lúdio Martins Coelho), na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Segundo o secretário municipal de Educação, Lucas Henrique Bitencourt, em novembro do ano passado, surgiu a necessidade de criar um projeto para recompor a aprendizagem dos alunos dos 4º e 5º anos, impactados pela pandemia da Covid-19.

“A aprendizagem é um direito de todos os alunos e a Secretaria Municipal de Educação tem o dever de ensinar. É possível ensinar a estes alunos com dificuldade, é possível ler e escrever e o que depender da nossa gestão, nós vamos fazer”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

De acordo com a chefe do Ensino Fundamental e Médio da Semed, Ana Ribas, durante o ano letivo foram 5 mil alunos atendidos.

“O objetivo do projeto foi a alfabetização e o letramento dos estudantes. A pandemia deixou rastros, pois muitos alunos no período da alfabetização estavam em aula não presencial”.

Aumentar em 2024

A ideia é ampliar o Aprender Mais na Reme em 2024, com aulas também de Matemática. Conforme a superintendente de Políticas Educacionais, Ana Dorsa, foi necessário pensar em um projeto para atender os alunos com dificuldade na leitura e escrita.

“Os nossos diretores escolheram os professores alfabetizadores e o projeto foi um trabalho respeitoso, pois a alfabetização é coisa séria, é empoderar a criança, oportunizar que ela tenha a condição de leitura e de mundo”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

A surpresa da tarde ficou por conta do mascote Sobá da Subsecretaria do Bem-Estar Animal (Subea). Ele quem fez a entrega dos diplomas para os formandos. Ana Luiza Lourenço, subsecretária da pasta, participou do evento e destacou a importância de apoiar projetos como este.

“Sabemos que a educação é base de qualquer nação e, ao longo desse ano, fizemos uma linda parceria com a Semed levando palestras educativas para as crianças. E é uma honra esse convite para estarmos aqui hoje, com nosso mascote”.

Mal sabia ler e escrever

Um caso de sucesso do Aprender Mais é o da Isabella Machado, de 9 anos, estudante da Escola Municipal Etalívio Pereira Martins, que no início do ano mal sabia ler e escrever. “Quando entrei na aula consegui ler, eu aprendi bastante e antes do reforço na escola eu fazia particular, mas ainda assim não conseguia”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados
Aluna Isabella Machado,

A diretora da escola de Isabella, Gisele Clementino de Mendonça Santello, conta que no projeto passaram 200 alunos no ano todo. “Todos eles saíram sabendo ler e escrever, o projeto fez muita diferença e os professores excelentes, que em espaço curto de tempo fez esse avanço”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados
Diiretora da escola de Isabella, Gisele Clementino

João Lucas da Silva Souza é aluno do 5º ano da Escola Municipal Valdete Rosa da Silva. “Eu gostei muito de aprender e não conseguia antes, não sabia ler o que estava escrito na televisão, agora eu gosto de ler a bíblia”.

O pai de João, Alessandro Eurico, avalia o projeto Aprender Mais na Reme como excelente. “Foi de grande ajuda, porque ele tinha muita dificuldade de ler e escrever e com as aulas de reforço, ele melhorou até o comportamento. Ele não tinha tanto interesse, mas depois que aprendeu a ler, ele está muito interessado”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

Gustavo dos Santos Aguirre tem 12 anos e estuda no 5º ano na Escola Municipal Maria Regina de Vasconcelos Galvão. “Eu sabia ler mais ou menos, mas depois do reforço, passei a ler bem melhor”.

A diretora da escola do aluno, Ângela Maria de Brito diz que ele não lia nada.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

“O projeto foi um divisor de águas na vida dele. O Gustavo não faltava às aulas, ia sempre e melhorou até no comportamento dentro de sala. O Aprender Mais é uma ferramenta importantíssima para o desenvolvimento dos nossos alunos, estamos certos que em 2024 dará ainda mais frutos, agora com Matemática”.

Subea nas Escolas 

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

Em setembro, a Subea lançou a primeira cartilha educativa contra os maus-tratos, a Cartibea.

Ela foi criada após a equipe de educação da subsecretaria sentir a necessidade de deixar com os alunos um material mais lúdico e palpável para que elas pudessem levar para casa e estender os ensinamentos para a família e amigos. “Além de incentivar a leitura das crianças”, ressaltou Gessyka Camara, pedagoga da Subea.

Durante o evento, os alunos receberam uma cartilha para levar para casa. Para o aluno Elias Camargo, o que ele mais gostou do evento foi o Sobá e o seu companheiro Harley. “Ele (Sobá) é muito engraçado e o Harley tão fofo. Adorei eles aqui”.

Projeto Aprender mais na Reme encerra o ano com 5 mil alunos alfabetizados

Fonte: Ascom PMCG

Fale com a Redação