20/05/2020 18h30
Por: Redação

Uma sugestão da prefeita Délia Razuk, acolhida pela Semaf (Secretaria Municipal de Agricultura Familiar), o projeto Horta Escolar Agroecológica foi colocada em prática nos distritos rurais de Dourados e já vem oferecendo resultados altamente positivos.

O projeto é desenvolvido pela Semaf, juntamente com a Secretaria Municipal de Educação e a direção escolar e tem como objetivo produzir alimentos saudáveis para atender toda a comunidade escolar, além de orientar, com apoio de nutricionista, via palestra, sobre a importância de uma boa alimentação.

A Escola Municipal Padre Anchieta, no distrito de Vila Formosa, é um bom exemplo de que o projeto está dando certo. Lá a Semaf disponibilizou apoio agronômico, projeto de produção, mudas e acompanhamento técnico periódico.

Hoje a escola já está produzindo hortaliças diversas e também o maracujá azedo agroecológico. “Em tempos de pandemia, cuidar das pessoas também é apoiar na produção de alimentos, proporcionando a oferta de produtos saudáveis para o consumo da população, neste caso, a comunidade escolar”, menciona o secretário da Semaf, Alceu Junior Bittencourt.

Divulgação

Comentários