A implantação de três piscinões com capacidade para reter mais de 90 milhões de litros de enxurradas vai eliminar pontos de alagamentos nos bairros Nova Campo Grande e Serradinho. As bacias de retenção estão previstas no projeto de drenagem das obras das Vias Estruturante que tiveram a licitação publicada hoje (23) no Diário Oficial da União.

Serão beneficiados ainda outros quatro bairros – Jardim Santa Emília, São Conrado, Jardim Carioca e Eliane. As três bacias de detenção, os piscinões, serão próximo ao Residencial Nelson Trad, numa área da Infraero e o maior terá capacidade para 53 milhões de litros na rotatória da Avenida Wilson Paes de Barros.

Além dos piscinões, o projeto de drenagem prevê a implantação de 15 km de tubulação e 1,4 km de colchões drenantes. São estruturas de pedra que retém a água e impedem que subam para superfície danificado o pavimento. Na região do Nova Campo Grande, a água brota do lençol freático a 1 metro de profundidade.

Estão programados 1.504 metros de colchões de pedra, 420 metros na Avenida Wilson Paes de Barros e 1.084 metros na Avenida General Carlos Alberto Mendonça.

Serão adotadas neste projeto as mesmas soluções empregadas na primeira obra do Nova Campo Grande”, explica o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese.

As vias estruturantes se interligarão com as soluções viárias implantadas no Nova Campo Grande onde estão sendo feitos 4 km de ciclovia nas avenidas Amaro de Castro Lima e 7. Quando concluído, quem tiver no Santa Emília e região chegará de bicicleta ao Polo Empresarial Oeste.

Fonte: Ascom PMCG

Comentários