Calm woman relaxing meditating with laptop, no stress free relief at work concept, mindful peaceful young businesswoman or student practicing breathing yoga exercises at workplace, office meditation

Já se sentiu estressado ou aflito com suas demandas? Sabia que um ambiente de trabalho adequado pode reduzir o nível de estresse do colaborador? E Síndrome de Burnout, sabe o que é e como pode afetar a vida de profissionais? Todo mundo já teve uma correria no trabalho ou se viu cheio de serviços, diante de uma vida intensa isso pode acontecer, mas ainda assim é importante ficar atento e saber que ter saúde mental no ambiente corporativo e torna-la uma rotina é essencial para um bom desempenho profissional.

E sim, é possível adoecer no ambiente de trabalho, por isso, para esclarecer o assunto e prevenir para que isto não aconteça, a médica psiquiatra Aline Moreira, de Campo Grande, respondeu perguntas importantes. O assunto ganha ainda mais força neste mês, afinal, é Setembro Amarelo, uma campanha nacional com o objetivo de prevenir e reduzir os índices de suicídio no Brasil.

É possível adoecer no ambiente de trabalho?  

Sim, é possível. Em vários ambientes podemos adoecer e no trabalho existem fatores específicos que contribuem para o adoecimento.

Como reconhecer uma pessoa com pensamentos suicidas no ambiente de trabalho? 

O pensamento suicida muitas vezes não será explícito. O acometido destes pensamentos terá seu comportamento alterado e por muitas vezes tentará disfarçar seus sentimentos. Um olhar atento para si e para o outro pode facilitar a abordagem deste assunto.  

Como o ambiente de trabalho pode auxiliar na redução do nível de estresse e prevenção ao suicídio? 

A informação sobre suicídio e a abertura para se falar das doenças mentais, sem julgamento e preconceitos, é a melhor forma de prevenção.  

Os profissionais devem ajustar sua carga horária de trabalho para que tenham noites de sono suficientes para a homeostase do organismo (condição de estabilidade que o corpo necessita para o seu equilíbrio), momentos de lazer, descanso e convívio social satisfatório.  

Órgãos públicos e empresas privadas precisam estabelecer metas atingíveis, promover o relacionamento entre os colegas de forma a evitar o isolamento social, estabelecer maneiras saudáveis de competição, reconhecer o funcionário nas conquistas e estimula-lo no processo.  

Um ambiente de trabalho adequado é fundamental para oferecer qualidade de vida e saúde ao colaborador? 

O colaborador com qualidade de vida, alegre, disposto, interessado e responsável trabalha com maior satisfação e com menor risco de vir a ter pensamentos negativos.   

É importante que gestores e funcionários estejam atentos aos sinais de possíveis transtornos psicológicos de colaboradores?  

Os gestores e funcionários devem estar atentos. Para isso, deve-se estimular a procura por um médico psiquiatra para que o especialista possa estabelecer um diagnóstico e tratamento adequado, além de oferecer suporte psicológico, se houver na empresa.  

O que é Síndrome de Burnout?  

Síndrome de Burnout é um tipo de estresse ocupacional que acomete profissionais envolvidos com qualquer tipo de cuidado em uma relação de atenção direta, contínua e altamente emocional. A síndrome é marcada por um desgaste, aumento de sentimentos de exaustão emocional, atitude de cinismo frente aos clientes e uma tendência a avaliação negativa devido a insatisfação do indivíduo com o seu trabalho.  

A carga excessiva de trabalho, má gestão do tempo, remuneração insuficiente e ausência de equidade são os principais fatores causadores do Burnout. Reconhecer seus limites e ter a abertura para conversar com a chefia sobre a carga de trabalho pode prevenir o adoecimento.  

Qual a importância da saúde mental no ambiente de trabalho e quais são as dicas para mantê-la neste espaço?  

A saúde mental é essencial para um melhor desempenho profissional, com ela em dia o indivíduo tem suas capacidades preservadas de forma a alcançar os melhores resultados.  

Dicas

– Entrar e sair na hora acordada 

– Evitar sacrificar-se fazendo horas extras 

– Estabelecer bom vínculo com os colegas de trabalho 

– Procurar alimentar-se de maneira saudável  

– Priorizar o período de sono e descanso 

– Fazer tratamento psicoterápico e psiquiátrico de forma regular, quando indicado 

Observar, ouvir e acolher são ações importantes para ajudar quem está em sofrimento.  Sem contar que, segundo a médica, é importante lembrar sempre em buscar ajuda de um especialista, afinal, conforme falado pela psiquiatra, procurar assistência não é vergonhoso, quanto mais cedo, melhor será o tratamento desta doença.  

Fonte: Ascom Unimed CG

Comentários